| Naviraí/MS - Quinta-Feira, 25 de Julho de 2024

Mandioca: média semanal é a maior desde fevereiro/24


Foto: Fabiano Bastos Por: Editorial | 09/07/2024 09:29

Na última semana, os preços da mandioca continuaram sua trajetória de alta impulsionada pela baixa oferta, atingindo a maior média desde fevereiro deste ano.

Valorização da Raiz

Entre 1º e 5 de julho, o preço da tonelada da raiz posta fecularia atingiu R$ 466,29, o que representa um aumento de 4,8% em relação ao período anterior. Esse valor médio a prazo corresponde a R$ 0,8109 por grama de amido. Essa marca representa a maior média de preços desde fevereiro deste ano. No entanto, mesmo com essa valorização, os preços ainda estão 34,9% abaixo do mesmo intervalo do ano passado, considerando a deflacionamento pelo IGP-DI.

Impacto do Clima e Expectativas de Mercado

Pesquisadores do Cepea apontam que os trabalhos estão paralisados em grande parte das lavouras de mandioca do Centro-Sul do país devido ao agravamento da estiagem. Além das condições climáticas adversas, há uma maior retração de alguns produtores, influenciada por expectativas de preços mais altos.

Desafios para a Indústria de Fécula

Em muitas regiões monitoradas pelo Cepea, a indústria de fécula enfrenta dificuldades para manter os volumes de esmagamento, mesmo buscando abastecimento em áreas mais distantes.

A situação atual reflete um cenário complexo para o mercado da mandioca, onde a escassez de oferta e as condições climáticas continuam a moldar os movimentos de preço e a dinâmica da cadeia produtiva.(Informações Canal Rural)




PORTAL DO CONESUL
NAVIRAÍ MS
CNPJ: 44.118.036/0001-40
E-MAIL: portaldoconesul@hotmail.com
Siga-nos nas redes Sociais: