| Naviraí/MS - Quinta-Feira, 25 de Julho de 2024

Amado Batista tem que pagar R$ 10 mil de pensão para ex-companheira


Foto: Reprodução Instagram Por: Editorial | 01/07/2024 15:41

O cantor Amado Batista, de 73 anos, está no centro de uma disputa judicial com sua ex-companheira Layza Bittencourt Felizardo, de 23 anos. Eles viveram juntos por cinco anos e agora enfrentam um processo que determinou uma pensão provisória de R$ 10 mil para Layza, que afirma ter abandonado sua carreira durante o relacionamento. As informações são do G1.

Relacionamento e separação

Amado e Layza iniciaram o relacionamento em 2019. Segundo os autos do processo, o casal enfrentou uma breve separação em 2022, mas retomou o relacionamento até 2023. Durante esse período, Layza alega que abandonou sua carreira devido ao relacionamento e agora busca reconhecimento e dissolução de união estável, além de alimentos compensatórios.

Decisão Judicial

A juíza Helvia Tulia Sandes Pedreira, da 3ª Vara da Família e Sucessões de Palmas, concedeu a pensão provisória de R$ 10 mil, destacando a necessidade de Layza em atender suas despesas básicas durante a transição. A decisão foi tomada no dia 31 de março deste ano.

Defesa de Amado Batista

Ao recorrer da decisão, a defesa de Amado alegou que o relacionamento só se tornou uma convivência em 2022 e que ele começou a dar a mesada no final do primeiro trimestre desse ano. Amado também ofereceu um apartamento para Layza após o término e afirmou que ela estava estudando Medicina Veterinária em Goiânia.

Decisão do tribunal de justiça

O Tribunal de Justiça do Tocantins manteve a pensão, mas reduziu o prazo de pagamento de cinco para três anos, considerando o tempo restante para Layza concluir seu curso de Medicina Veterinária. A decisão foi tomada pelo desembargador João Rigo Guimarães no dia 21 de junho deste ano.

O advogado de Layza afirmou que não recorrerá da decisão, considerando que a reforma não foi substancial. A disputa judicial entre Amado Batista e Layza Bittencourt Felizardo ainda pode ter novos desdobramentos, mas por enquanto, a decisão do Tribunal permanece em vigor. (Ofuxico)




PORTAL DO CONESUL
NAVIRAÍ MS
CNPJ: 44.118.036/0001-40
E-MAIL: portaldoconesul@hotmail.com
Siga-nos nas redes Sociais: