| Naviraí/MS - Quinta-Feira, 25 de Julho de 2024

Crise na Bolívia: Militares tentam golpe e geram reações internacionais


Imagem: AFP | Reprodução Por: Editorial | 27/06/2024 10:44

Na tarde de ontem, militares bolivianos lançaram uma tentativa de tomar o poder do país, invadindo a sede do governo com veículos do Exército, um evento descrito pelo ex-presidente Evo Morales como uma "tentativa de golpe de Estado".

A insatisfação com o governo atual motivou o general Juan José Zúñiga, comandante do Exército, a declarar: "Vamos recuperar nossa pátria e restaurar a democracia. Nosso país não pode continuar nesta situação."

Zúñiga foi além ao ameaçar Morales, afirmando que o ex-presidente não poderia mais liderar o país e que "se isso acontecer, não permitirei que a Constituição seja desrespeitada".

A ação gerou ampla repercussão internacional, com líderes governamentais e autoridades de diversos espectros políticos, incluindo a oposição boliviana, repudiando a ocupação militar do palácio presidencial e exigindo o retorno à normalidade democrática.

Enquanto isso, o presidente Luis Arce nomeou novos comandantes para o Exército, a Marinha e a Aeronáutica da Bolívia, e estabeleceu um gabinete de emergência no país.

As imagens dos tanques militares circularam globalmente, provocando reações diversas. Horas depois, os militares deixaram a praça do governo sob vaias da população.

Subsequentemente, o general Zúñiga foi detido e, ao ser preso, alegou que o golpe foi "orquestrado e solicitado" pelo presidente Luis Arce, visando aumentar sua popularidade no país.

Contextualizando a política boliviana, o governo de Evo Morales, que esteve no poder de 2006 a 2019, foi marcado pela redução da pobreza no país, mas também por controvérsias, incluindo a eliminação dos limites para reeleições e eleições contestadas internacionalmente.

Após Morales se declarar presidente pela quarta vez até 2025 e renunciar em 2019 diante de crescente insatisfação popular e pressão das Forças Armadas, um governo interino foi estabelecido. Em janeiro de 2020, Luis Arce foi eleito presidente, trazendo o Partido Socialista de volta ao poder na Bolívia.




PORTAL DO CONESUL
NAVIRAÍ MS
CNPJ: 44.118.036/0001-40
E-MAIL: portaldoconesul@hotmail.com
Siga-nos nas redes Sociais: