| Naviraí/MS - Quinta-Feira, 25 de Julho de 2024

Centenas de peregrinos morrem durante Hajj em Meca devido ao calor extremo


Reprodução/redes sociais Por: Editorial | 19/06/2024 10:07

Centenas de muçulmanos morreram durante a peregrinação anual à Meca, conhecida como hajj, na Arábia Saudita, devido ao intenso calor. Segundo a France-Presse, o número de óbitos chegou a 577, incluindo 300 egípcios e 60 jordanianos. Nesta quarta-feira (19), último dia da peregrinação, as temperaturas atingiram 43ºC.

O hajj, um dos cinco pilares do Islã, envolve viajar à cidade de Meca no último mês do calendário islâmico para realizar uma série de rituais. Todo muçulmano adulto com condições físicas e financeiras deve cumprir essa peregrinação pelo menos uma vez na vida.

Este ano, 1,8 milhão de fiéis participaram do hajj, dos quais 1,6 milhão eram estrangeiros. As altas temperaturas provocaram estresse térmico em muitos peregrinos.

Essa tragédia não é inédita. Em 2023, ao menos 10 mil pessoas precisaram de atendimento médico devido ao calor, e 240 morreram. As autoridades sauditas informaram que as temperaturas na área dos rituais religiosos estão aumentando cerca de 0,4°C a cada década.

Para mitigar os efeitos do calor, as autoridades aconselharam os peregrinos a usarem guarda-chuvas, manterem-se hidratados e evitarem a exposição ao sol nas horas mais quentes. O governo também empregou tecnologia avançada, como robôs inteligentes para orientar os fiéis e plataformas para consultas médicas virtuais.




PORTAL DO CONESUL
NAVIRAÍ MS
CNPJ: 44.118.036/0001-40
E-MAIL: portaldoconesul@hotmail.com
Siga-nos nas redes Sociais: