| Naviraí/MS - Quinta-Feira, 25 de Julho de 2024

Centro-Sul deve ter temperaturas acima da média até o fim do outono


Previsão é que o veranico se estenda ao menos até 20 de junho. — Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom Por: Editorial | 14/06/2024 05:10

A forte massa de ar seco que se estabeleceu no Brasil na semana passada deve manter as temperaturas elevadas na última semana do outono. Com isso, os próximos dias devem seguir com os termômetros registrando marcas acima da média para essa época do ano.

De acordo com a Climatempo, a expectativa é que o veranico se estenda até ao menos o dia 20 de junho. Anteriormente, a previsão era de que o fenômeno durasse somente até o fim dessa semana.

A baixa umidade do ar dificulta a formação de nuvens e a ocorrência de chuva na maior parte do país, mantendo o tempo muito seco e mais quente no Centro-Sul.

?????Os chamados veranicos são períodos de mais de quatro dias quentes no inverno ou no outono. Ao longo desses dias, a temperatura fica acima de média e o tempo se mantém seco, com poucos registros de chuva.

Esses eventos não necessariamente configuram ondas de calor. Isso porque as ondas de calor são caracterizadas não só pelas altas temperaturas registradas, mas pelo prejuízo à saúde e pelo calor persistente, tanto diurno como noturno.

Calor no Centro-Sul

 

Com a massa de ar seco se mantendo na faixa central do Brasil, as temperaturas devem ficar bem acima da média nos estados dessa região. (veja abaixo a previsão para as capitais)

Paraná, oeste de São Paulo e oeste do Mato Grosso são os locais que devem registrar as maiores máximas. De acordo com a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as temperaturas nessas regiões podem ficar 5 graus acima da média por até cinco dias.

Temperaturas devem ficar acima da média no Centro-Sul ao menos até dia 20 de junho. — Foto: Arte/g1

Temperaturas devem ficar acima da média no Centro-Sul ao menos até dia 20 de junho. — Foto: Arte/g1

Fábio Luengo, meteorologista da Climatempo, o calor só deve amenizar na transição para o inverno.

 

"Bem na virada do inverno pode ser que esfrie. A previsão é que ali para o dia 23, no primeiro fim de semana da próxima estação, as temperaturas fiquem mais baixas", projeta o meteorologista.

 

Apesar da expectativa de frio para os primeiros dias de inverno, os meteorologistas preveem que a estação deve ser de temperaturas acima da média.

??Segundo os especialistas, não são esperados extremos de frio ou calor, mas sim um equilíbrio entre os dois. Há uma tendência para mais dias com temperaturas mais elevadas que o normal, mas ainda assim períodos de frio ao longo da estação

 

Chuvas no Sul

 

Além dos dias quentes no Centro-Sul, a massa de ar seco também vai provocar o retorno das chuvas no Sul do país.

Uma frente fria deve se aproximar neste fim de semana, aumentando a condição de chuva forte no Rio Grande do Sul. O sistema não deve ter força para se deslocar para os outros estados do Sul e avançar para o Sudeste.

 

"Até segunda ou terça-feira deve chover por volta de 70 milímetros, principalmente no norte do estado, incluindo a região de Porto Alegre", comenta Luengo.

 

Com a previsão, o meteorologista explica que podem haver novos pontos de alagamentos pontuais, mas não há uma estimativa de se o Guaíba deve passar novamente da cota de inundação.

A umidade deve aumentar entre sábado (15) e domingo (16), com a entrada de ar mais frio. Com isso, as temperaturas devem ficar mais baixas no estado. (g1)




PORTAL DO CONESUL
NAVIRAÍ MS
CNPJ: 44.118.036/0001-40
E-MAIL: portaldoconesul@hotmail.com
Siga-nos nas redes Sociais: