| Naviraí/MS - Domingo, 23 de Junho de 2024

Greve de professores nas universidades federais pode estar perto do fim


Divulgação Por: Editorial | 11/06/2024 09:52

A greve de professores das universidades federais, que está prestes a completar dois meses, pode estar próxima de uma resolução. O anúncio do governo, na manhã desta segunda-feira (10), sobre um investimento significativo nas instituições de ensino superior e a pressão exercida pelo presidente Lula (PT) pela retomada das aulas mobilizaram os servidores.

Embora a postura do presidente Lula tenha causado descontentamento no Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior), o anúncio de um acréscimo de R$ 5,5 bilhões no orçamento das universidades foi bem recebido pela entidade. Os grevistas consideram esse aumento como uma vitória, o que pode levar ao fim da paralisação, de acordo com membros do sindicato.

Um novo encontro entre representantes do Andes e do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos está previsto para esta semana, com a expectativa de definir o encerramento da greve, dado como certo pelo governo.

No entanto, a demanda dos docentes por um reajuste salarial ainda em 2024 não será atendida. Essa decisão já era esperada pelos grevistas e foi confirmada pela ministra da Gestão, Esther Dweck, que afirmou que o orçamento chegou ao limite.

O Andes reivindica um aumento de 3,69% em agosto de 2024, 9% em janeiro de 2025 e 5,16% em maio de 2026. O governo, por sua vez, oferece 9% em janeiro de 2025 e 3,5% em maio de 2026.

Investimento e Cobrança

Em meio a pressões, o governo lançou na manhã desta segunda-feira um PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para as universidades federais e hospitais universitários, com um investimento previsto de R$ 5,5 bilhões. Além disso, o ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou um acréscimo de R$ 400 milhões para o custeio das instituições federais, sendo R$ 279,2 milhões destinados às universidades e R$ 120,7 milhões aos institutos federais.

Com esses aportes, o orçamento de 2024 para as instituições de ensino chega a R$ 6,38 bilhões, superando os R$ 6,26 bilhões de 2023. O novo programa também prevê a construção de dez novos campi em várias cidades do país, incluindo São Gabriel da Cachoeira (AM), Rurópolis (PA), Baturité (CE), Sertânia (PE), Estância (SE), Jequié (BA), Cidade Ocidental (GO), Ipatinga (MG), São José do Rio Preto (SP) e Caxias do Sul (RS).

Apesar do aumento orçamentário, a presidente da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior) e reitora da Universidade de Brasília (UnB), Márcia Abrahão, enfatizou a necessidade de resolver a questão salarial dos servidores das universidades.




PORTAL DO CONESUL
NAVIRAÍ MS
CNPJ: 44.118.036/0001-40
E-MAIL: portaldoconesul@hotmail.com
Siga-nos nas redes Sociais: