QUINTA-FEIRA, 27 DE JULHO DE 2017
Untitled Document
21/05/2015 | Fonte: sul news

Prefeitos do Conisul tem ampla pauta em Naviraí

Foto divulgação

Os treze prefeitos da região, filiados ao Consórcio Conisul e seus assessores tem debates de diversos temas e deliberações de vários pontos de pauta a serem explanados durante a manhã e a tarde desta quinta-feira.

A reunião acontece à partir de 8h, na Câmara Municipal de Naviraí, sob a presidência de Sérgio Barbosa (prefeito de Amambai), com a secretaria de Edna Brindaroli (servidora da Prefeitura de Eldorado).

Após o discuros de recepção do prefeito Leandro Peres de Matos (Naviraí) e da abertura pelo presidente, haverá o desenvolvimento da pauta, à partir do debate ambiental.

Primeiro serão ouvidos os relatos do secretário executivo do Consórcio Federal da Área de Proteção Ambiental (APA Federal) do Nordeste do Paraná - Silvio Milaré, e do gestor ambiental das APA das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná - Erick Xavier.

Dentro da área ambiental será debatida a regularização fundiária dos portos das áreas de proteção ambiental, será debatida as agroindustrias e a produção de pequenos animais e fruticultura, impostro de rtenda e ISS, contrato de rateio (mensalidades do Consórcio Conisul), cirurgias eletivas em Naviraí e Amambai e o Plano dew Trabalho do Conisul em 2015. 

Um ponto de pauta que pode ganhar destaque é a discussão sobre a implantação dos serviços de inspeção municipal, no qual os prefeitos, ao invés de criar treze unidades do Serviço de Inspeção Estadual (Sie), querem contratar apenas dois ou três (ao invés de treze) veterinários para chefiar os serviços de inspeção da qualidades da produção industrial de derivados de leite e carne animal, que seria regionalizada com a responsabilidade individual sobre alguns municípios, sediando em um deles.

Um outro ponto que vem sendo bem debatido nos encontros dos prefeitos é a compra de medicamentos em licitação conjunta, na qual o município de Naviraí, até agora, optou por não adetrir e continua fazedo a licitação unilateral, por entender que desta fora há mais economia para a municipalidade, embora os colegas do pregeito Leo Matos querem a adesão dele.

Deverá haver debates sobre a licitação do transporte de pacientes para Dourados, planos municipais de saneamento básico, contrato de prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural e planos municipais de resíduos sólidos (lixo).

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 27/07/2017 CNH digital é aprovada pelo Contran e deve valer a partir de fevereiro, diz governo
Postada em: 27/07/2017 Sesi oferece curso de robótica para crianças e adolescentes em 7 cidades de MS
Postada em: 27/07/2017 Valores de propinas da Odebrecht na Colômbia chegaram a US$ 27,7 milhões
Postada em: 26/07/2017 Tacuru terá quatro pontes de concreto e investimento será de R$ 3,3 milhões
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra