TERÇA-FEIRA, 25 DE JULHO DE 2017
Untitled Document
15/04/2015 | Fonte: dourados news

Indígenas liberam BR-163 e não descartam bloqueios nos próximos dias

foto ilustração

Os trechos da BR-163 que estavam bloqueados em protesto dos indígenas terça-feira (14), já foram liberados. Apesar disso, as lideranças não descartam que novas manifestações na via ocorram nos próximos dias.

De acordo com o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Ozanan Catelan, a solicitação dos manifestantes para que cessassem os protestos de interdição foi a presença da imprensa para divulgar as reivindicações da classe que são 

posicionadas contra a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 215, que deve entrar em votação na quarta-feira (15) no Congresso Nacional.

“O pedido deles foi que a mídia acompanhasse essa luta contra a nova medida a ser votada”, citou.

O ato contou com 100 manifestantes próximo à Caarapó e com cerca de 70 em Rio Brilhante na manhã desta terça.

A PEC a qual os indígenas lutam contra traz novas ordenações para a questão da demarcação das terras indígenas. O texto sugere a transferência da competência da União para o congresso, muda o critério nesta ação que passaria a ser regulamentada por lei e não por decreto, como é atualmente e possibilita ainda a revisão de terras já demarcadas.

Em Brasília-DF há uma grande concentração de representantes indígenas em manifesto frente ao Congresso pela causa. Segundo Catelan, a busca de toda a classe é “barrar” a votação e se isso não acontecer, prometem novos atos.

“A afirmação deles é que se a votação não for impedida os movimentos continuarão”, citou.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 25/07/2017 Naviraí - Homem fica gravemente ferido ao ser atropelado por motoqueiro
Postada em: 25/07/2017 Carro usado em atentado que matou quatro é encontrado queimado
Postada em: 25/07/2017 PF faz operação para prender suspeitos de pedofilia em 14 Estados
Postada em: 25/07/2017 Naviraí - Ladrões agridem jovem com pedaço de madeira e roubam dinheiro
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra