QUARTA-FEIRA, 22 DE MAIO DE 2019
Untitled Document
08/03/2019 | Fonte: SULNEWS

Prefeitura afasta quatro médicos depois de denúncias de má conduta em posto

Profissionais estariam fazendo corpo mole em represálias às batidas do prefeito
Entrada da unidade de saúde do Tiradentes, em Campo Grande | Foto: KISIÊ AINOÃ

A  Prefeitura de Campo Grande afastou quatro médicos concursados e abriu sindicância contra cada um deles. A informação apurada pelo Campo Grande News é de que os quatro profissionais se recusaram a cumprir horário e a atender pacientes. Todos atuam na Unidade Básica de Saúde Antônio Pereira, no Bairro Tiradentes.

Na sexta-feira (dia 1º), a abertura do procedimento contra os médicos foi publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). O afastamento vai durar 60 dias como “medida cautelar”.

Ainda segundo a apuração, a indisciplina dos profissionais seria uma represália às visitas do prefeito Marquinhos Trad (PSD) nas unidades de saúde de Campo Grande. Os médicos teriam apresentado atestados frequentes, se recusado a atender pacientes e demonstrado que iriam atender mal a população – por isso a decisão foi pelo afastamento.

Desde o começo do ano, as idas do prefeito têm sido frequentes e, quando chega ao local, a realidade encontrada é quase sempre falta de médicos, longas esperas e relatos de pacientes sobre o atendimento recebido pelos profissionais de saúde. 

Esta é a primeira ação mais grave tomada pela administração municipal, depois das inúmeras reclamações dos usuários e das visitas. Contudo, mesmo afastados, os profissionais vão receber suas remunerações, com exceção das gratificações, adicionais e plantões. Punições mais severas, que podem chegar à demissão, só ocorrem após o fim da sindicância.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 21/05/2019 Governo estadual abre crédito suplementar de mais de R$ 29 milhões
Postada em: 21/05/2019 Bugão Construtor requer o desentupimento de todos os boeiros
Postada em: 21/05/2019 Bandido bloqueia e clona WhatsApp
Postada em: 21/05/2019 Após queda da importação de tilápia, MS se mantém como líder em ranking nacional
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra