TERÇA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2019
Untitled Document
11/02/2019 | Fonte: Naviraí Notícias

Senado aguarda com ansiedade PEC da Previdência, afirma Alcolumbre

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o ministro da Economia, Paulo Guedes. (FOTO: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AL), disse acreditar que a emenda constitucional da reforma da Previdência Social tramitará com rapidez no Senado, após aprovação na Câmara dos Deputados.

A proposta está em elaboração no governo federal.

"Há hoje sensibilidade no Brasil para combater os privilégios e atender as pessoas que mais precisam", afirmou. "A gente precisa aprovar pelo país", defendeu.

Alcolumbre reuniu-se com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na tarde desta quinta-feira (7) em Brasília, para ouvir as mudanças que deverão ser propostas pelo governo da Previdência.

"Eu fiquei surpreso e surpreendido com a construção que foi apresentada pelo ministro. Confesso que estava entusiasmado em apresentar ao Brasil uma proposta que pudesse unificar os brasileiros em torno de uma causa", disse Alcolumbre, ao falar aos jornalistas em breve entrevista coletiva, junto com Paulo Guedes, no portão da residência oficial da Presidência do Senado.

 

ANSIEDADE

Segundo o presidente do Congresso, "o Senado aguarda com ansiedade a apresentação da reforma da Previdência".

Alcolumbre avalia que o Parlamento aprovará a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para gerar "sustentabilidade" ao sistema previdenciário no futuro, hoje a principal despesa do Tesouro Nacional (conforme resultados primários das contas públicas).

Ele não adiantou detalhes ou "conceitos" ouvidos sobre a proposta.

Alcolumbre reiterou o propósito de instalar uma comissão de senadores que já acompanhe a tramitação da reforma enquanto estiver na Câmara, para os representantes no Senado já se inteirarem das discussões.

"Há um consenso entre os senadores, e os líderes partidários. Eles querem acompanhar a evolução do debate e do diálogo que se realizarão na Câmara dos Deputados, quando a reforma for apresentada. Com isso, o Senado dará celeridade".

Assim como a instalação antecipada de comissão para a reforma da Previdência, Alcolumbre prometeu o mesmo expediente para o pacote de segurança e combate à corrupção, apresentado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, esta semana.

"O Senado vai ficar como um telespectador privilegiado podendo discutir ao mesmo tempo que estiver ocorrendo o debate na Câmara dos Deputados", assinalou.

"Eu não posso determinar o prazo da Câmara, mas eu posso acompanhar. O sentimento dos senadores é acompanhar".

Conforme a lei, a aprovação de uma PEC depende dos votos favoráveis de dois terços dos deputados e de dois terços dos senadores em dois turnos de votação.

Guedes reuniu-se com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na última terça (5) na sede do Ministério da Economia em Brasília. (Com informações Dourados Agora).

 


Fonte: Dourados Agora

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 19/02/2019 Exoneração de Bebianno é publicada no Diário Oficial da União
Postada em: 18/02/2019 Mourão, sobre demissão de Bebianno: ‘De hoje, não passa’
Postada em: 18/02/2019 Bebianno teria chamado Bolsonaro de ‘louco’ e ‘perigo para o Brasil’; ministro nega
Postada em: 18/02/2019 Onevan entrega ônibus escolar em Taquarussu
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra