QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2019
Untitled Document
27/12/2018 | Fonte: CORREIO DO ESTADO

Se passando por policiais, pistoleiros executam jovem com mais de 20 tiros

Cleiton Gustavo Valdez Martinez, de 21 anos, foi executado na noite de ontem, em Ponta Porã. Dois pistoleiros se passando por policiais invadiram a residência do jovem, localizada na Rua Guaiba, no Bairro Altos da Glória, onde atiraram mais de 20 vezes contra ele, na frente de outras pessoas que estavam no local.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 22 horas os executores chegaram usando coletes, capuz e portando armas longas de grosso calibre. Eles entraram no quintal do imóvel, onde Cleiton mexia no som do carro com o cunhado, o abordaram alegando serem da polícia e logo em seguida começaram a atirar. 

Testemunhas que estavam na varanda disseram que a dupla chegou em um veículo vermelho, que não souberam identificar se era um Palio ou um HB20. Após a ação, os criminosos fugiram. De acordo com a perícia, uma das armas usadas é um fuzil calibre 762. Por estarem encapuzados, os autores ainda não foram identificados.

No local foram apreendidos 11 cartuchos deflagrados, quatro partes de projéteis, um celular e uma carteira com documentos pessoais. O caso será investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã. Apesar de os suspeitos serem desconhecidos, não é descartado acerto de contas do crime organizado.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 11/01/2019 Banhistas encontram em córrego corpo de homem partido ao meio
Postada em: 11/01/2019 Tio é suspeito de estuprar mulher de 32 anos com deficiência mental
Postada em: 11/01/2019 Traficante foge da polícia, mas é preso em lavoura de soja com maconha
Postada em: 11/01/2019 Ladrões abordam dono de lotérica e fogem levando maleta com R$ 97,3 mil
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra