SEGUNDA FEIRA, 25 DE MARÇO DE 2019
Untitled Document
20/12/2018 | Fonte: Globo Esporte

Ganhador da Copa do Brasil, Cruzeiro vê Libertadores "turbinar" valores

Cruzeiro faturou um prêmio total de R$ 61,9 milhões pela conquista da Copa do Brasil 2018 — Foto: GloboEsporte.com

É melhor ganhar a Libertadores ou a Copa do Brasil? A pergunta parece óbvia, já que no âmbito esportivo, a conquista continental é muito mais importante, pelo peso que tem, além de agregar outros aspectos, como marketing e ainda dar uma vaga no Mundial de Clubes da Fifa. No entanto, no aspecto financeiro, em 2018, a competição nacional, disputada no formato mata-mata, passou a ser bem mais atrativa, pagando ao campeão um prêmio superior ao dobro do valor pago pela Conmebol ao campeão da América: R$ 61,9 milhões contra R$ 29,9 milhões.

Mas, em 2019, a Libertadores também passará a ter um prêmio à altura do troféu. O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, anunciou que o campeão da próxima edição do torneio vai receber aproximadamente R$ 47 milhões (sem contar os prêmios pagos nas fases anteriores), valor próximo dos R$ 50 milhões pagos pela CBF ao campeão da Copa do Brasil.

Este ano, por exemplo, o Cruzeiro recebeu o prêmio por ter vencido a final contra o Corinthians (R$ 50 milhões). Com isso, a premiação acumulada na competição foi de R$ 61,9 milhões (R$ 2,4 milhões pelas oitavas de final, R$ 3 milhões por ter chegado às quartas, R$ 6,5 milhões por ter avançado às semifinais, além do prêmio pela conquista).

Desta forma, se levarmos em conta a premiação recebida na Libertadores, o valor total arrecadado em 2018 chega aos R$ 73 milhões. Na competição continental, o clube recebeu US$ 1,8 milhão (R$ 5,95 milhões) pelas três partidas como mandante, US$ 750 mil (R$ 2,48 milhões) nas oitavas, e US$ 950 mil (R$ 3,14 milhões) nas quartas de final.

Para se ter uma ideia da valorização do prêmio da Libertadores no próximo ano, em 2018, o título da competição rendeu ao River Plate-ARG US$ 7,8 milhões (R$ 29,9 milhões), ou seja, menos da metade do que o Cruzeiro faturou com a conquista da Copa do Brasil. O Boca Juniors, vice-campeão da competição continental, recebeu US$ 4,8 milhões (R$ 18,4 milhões).

Bicampeão da Libertadores (venceu em 1976 e em 1997), o Cruzeiro já conhece os primeiros adversários na edição 2019 do torneio. A Raposa está no Grupo B, que tem Huracán, da Argentina, Emelec, do Equador, e Deportivo Lara, da Venezuela (clique AQUI para ver a tabela completa). A estreia será no dia 7 de março, contra o Huracán, às 19h (de Brasília), no estádio El Palacio, em Buenos Aires.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 22/03/2019 Botafogo faz 4 a 1 na Portuguesa e pode avançar na Taça Rio
Postada em: 20/03/2019 Naviraí faz seletiva para os Jogos da Juventude
Postada em: 20/03/2019 Judô ganha treze medalhas e moção de Fi da Paiol
Postada em: 19/03/2019 Grêmio derrota Internacional por 1 a 0 e confirma primeiro lugar
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra