SEGUNDA FEIRA, 25 DE MARÇO DE 2019
Untitled Document
12/12/2018 | Fonte: G1

Brasileira abandona recém-nascido na fronteira e é presa pela polícia paraguaia

Foto: Divulgação.

O Ministério Público do Paraguai decretou a prisão preventiva de uma estudante de medicina brasileira de 22 anos por abandono de incapaz. Segundo o órgão, ela largou em uma rua de Pedro Juan Caballero, município vizinho a Ponta Porã, o filho de 6 dias no dia 6 de dezembro.

Conforme o Ministério Público, uma família paraguaia encontrou o recém nascido e avisou ao órgão. Investigações foram feitas, sendo constatado o abandono por parte da universitária.

A jovem teria se arrependido do abandono e avisou a família, que mora em Goiás, sobre a situação. A mãe e irmãos dela foram até o Paraguai, entraram em contato com o Ministério Público, disseram que ela está com transtorno psicológico e que irá se apresentar quando receber alta.

A universitária está internada em um hospital particular de Pedro Juan Caballero e a polícia acompanha em frente à unidade de saúde.

O bebê está com uma família paraguaia e caso a universitária queira ficar com ele, terá que pedir a guarda na Justiça do país vizinho através do Consulado Brasileiro.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 23/03/2019 Motorista é preso com espingardas, revólver e animal abatido
Postada em: 22/03/2019 Contrabandista abandona carro com mais de 11 mil maços de cigarros
Postada em: 22/03/2019 PMA captura dois jacarés na área urbana de Coxim de 1,6 e 2 metros
Postada em: 21/03/2019 PM de Japorã cumpre dois mandados de prisão
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra