TERÇA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2019
Untitled Document
01/11/2018 | Fonte: Globo Esporte

Felipão diz que Palmeiras acertou ao não entregar jogo para eliminar o Boca na 1ª fase: "Seria vergonha mundial"

O técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, em Palmeiras x Boca Juniors — Foto: Marcos Ribolli

A eliminação do Palmeiras na semifinal da Libertadores fez o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, ser questionado em entrevista coletiva sobre o fato de o Verdão, ainda dirigido por Roger Machado, ter colaborado para a classificação do Boca Juniors para o mata-mata.

Ainda em maio, os reservas do Palmeiras venceram o Junior Barranquilla e abriram caminho para o Boca avançar na segunda colocação do Grupo 8 - os argentinos venceram o Alianza Lima, na última rodada. Para Felipão, tudo certo na postura dos palmeirenses.

– Seria uma vergonha mundial. O time do Palmeiras, ou qualquer outro time, tem de jogar futebol e jogar para vencer, como o Palmeiras fez. Independente se era Boca, River, Grêmio... Venceu e classificou o Boca, mas também pela sua competência e qualidade. Jamais passaria pela cabeça de qualquer técnico de pensar fazer alguma coisa errada para o Boca sair fora. Não existe isso. Temos respeito na profissão. Temos de ficar felizes porque o Boca foi superior a nós. É do jogo. Palmas para eles – afirmou Felipão.

Depois de perder por 2 a 0 em Buenos Aires, o Palmeiras saiu em desvantagem na partida desta quarta-feira. Após virar para 2 a 1 na segunda etapa, e tentar pressionar os argentinos, o Verdão viu sua eliminação ser definida com um gol de Benedetto, de fora da área, que fechou o placar em 2 a 2 na arena palmeirense.

Felipão elogiou a equipe comandada por Guillermo Schelotto e afirmou que a equipe argentina é a favorita para conquistar a Libertadores.

– Fizemos até o gol com a jogada anulada. Estávamos bem. Quando sofremos o gol começa a pensar que são quatro. Fica na cabeça uma situação muito mais difícil. Fizemos o primeiro gol, o segundo, tivemos a chance do terceiro... Motiva. Mas o adversário é inteligente, tem boa equipe. Se eu tivesse que escolher, eu aposto no Boca. A gente começa a diminuir, eles também travam o jogo. É uma equipe altamente experiente. Não vou falar em catimba, não. Sabe administrar. Perdeu mais pelos últimos minutos (em Buenos Aires) – afirmou.

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Santos, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Eliminado da Libertadores, o Verdão agora foca todas atenções no torneio nacional, que lidera com quatro pontos de vantagem para o segundo colocado.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 25/03/2019 Corinthians e Ferroviária ficam no empate em 1 a 1 em Araraquara
Postada em: 22/03/2019 Botafogo faz 4 a 1 na Portuguesa e pode avançar na Taça Rio
Postada em: 20/03/2019 Naviraí faz seletiva para os Jogos da Juventude
Postada em: 20/03/2019 Judô ganha treze medalhas e moção de Fi da Paiol
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra