SEXTA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2019
Untitled Document
18/10/2018 | Fonte: CORREIO DO ESTADO

Pagamento de abono para nascidos em outubro começa Hoje(18)

Cerca de 8% dos beneficiários ainda não sacaram abono de 2017 - Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

O pagamento do abono salarial referente ao Programa de Integração Social (PIS) do calendário 2018/2019, ano base 2017, começa nesta quinta-feira (18), para os trabalhadores nascidos no mês de outubro. 

Os valores variam entre R$ 80 e R$ 954 reais, de acordo com o tempo de trabalho comprovado no ano passado.

A instituição financeira responsável pelo pagamento, a Caixa Econômica, divulgou que estão disponíveis R$ 1.385.455.512,00 para 1.894.404 trabalhadores. O início do pagamento se deu em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 28 de junho de 2019.

Conforme informado pela assessoria de comunicação, a instituição disponibiliza R$ 16,3 bilhões para 22,3 milhões de beneficiários em todo o calendário. Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2017 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2017.

Os trabalhadores que não sacaram o Abono Salarial PIS/Pasep calendário 2017/2018, ano-base 2016, que terminou em 29 de junho, também terão nova oportunidade para sacar o benefício.

Para esses trabalhadores, cerca de 8% dos beneficiários, o valor está disponível para saque até 28 de dezembro de 2018.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 17/01/2019 Bolsonaro recebe oposicionista venezuelano, informa Planalto
Postada em: 17/01/2019 Pis/Pasep começa a ser pago hoje
Postada em: 07/01/2019 Após apelo na web, mãe consegue Netflix personalizada para filho autista ver 'Procurando Nemo'
Postada em: 05/01/2019 Lei que limita criação de autoescolas em MS é questionada no Supremo
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra