TERÇA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2018
Untitled Document
13/09/2018 | Fonte: ASSESSORIA E COMUNICAÇÃO

O uso do Microscópio na Odontologia

Foto: Clínica Especializada em Implantodontia Ortodontia e Prótese

A odontologia é uma área em que a maioria dos procedimentos clínicos depende muito da habilidade, destreza e experiência clínica do operador, devido ao campo de atuação profissional ser muito restrito, com pouca luminosidade. O uso do microscópio na odontologia trouxe inúmeros benefícios nos procedimentos tanto cirúrgicos como convencionais. Nos tratamentos realizados na dentística e na prótese as vantagens são inúmeras como: verificação das margens das restaurações, remoção cuidadosa de tecido cariado, remoção de restaurações com melhor preservação do remanescente dental, melhor acabamento e polimento de restaurações, verificação de adaptação de restaurações, confecção de margens protéticas durante o preparo dental, verificação da adaptação marginal dos elementos protéticos e das peças protéticas provisórias e definitivas. Ao promover uma melhor iluminação e magnificação, o microscópio permite ao cirurgião-dentista uma visualização do campo operatório com grande riqueza de detalhes, permitindo-lhe atuar com grande precisão, minimizando, assim, erros de procedimento. Isso representa um ganho em qualidade e segurança para o tratamento executado, favorecendo o prognóstico e a longevidade do tratamento executado

O uso do microscópio odontológico na Endodontia (tratamento de canal)

Nos procedimentos endodônticos não cirúrgicos, nos tratamentos e nos retratamentos de canais radiculares, o microscópio operatório permite uma melhor adequação dos procedimentos clínicos, em função do aumento da capacidade visual conferida e da iluminação coaxial.

A abertura de acesso facilita a localização do orifício de entrada dos canais radiculares, mesmo nos casos mais difíceis de serem observados, quando calcificações na câmara pulpar obstruem a entrada desses canais. Estas situações anatômicas alteradas por calcificações induzem erros e acidentes, como perfurações no assoalho da câmara pulpar – pela dificuldade de identificação da dentina normal – e da calcificação reparadora.

Outras dificuldades adicionais também podem ser minimizadas na sequência da abertura de acesso coronário, como a identificação de canais extras localizados no assoalho da câmara pulpar de molares ou em canais achatados que tendem a duplicação.

O microscópio odontológico facilita a leitura visual de istmos e reentrâncias, localizados principalmente nos terços cervical e médio dos canais radiculares, tornando possível a remoção mecânica do substrato orgânico remanescente contido nessas variações anatômicas dos canais radiculares.

A visualização de instrumentos fraturados e da presença de trincas da mesma forma passa a ser viável a partir do auxílio do microscópio operatório, o que favorece a precisão do diagnóstico.

O microscópio clínico odontológico também proporciona outra aplicação extremamente valiosa: a documentação dos casos clínicos. Pode-se obter um completo armazenamento e arquivamento de dados e de procedimentos clínicos por intermédio de periféricos acoplados ao microscópio, como câmeras de vídeo e fotográfica. As gravações dos procedimentos executados podem servir como material educativo, além de constituírem amparo legal.

 Atualmente a Clínica CLIRON conta com essa tecnologia para oferecer a seus pacientes tratamentos que vão além das suas expectativas, bem como fazer procedimentos  minimamente traumáticos possíveis.

Dr. Giuliano Guilherme de Lima - CRO/MS - 3583

- Cirurgião Dentista

- Especialista em Implantodontia

- Especialista  em Endodontia

- Especialista em Radiologia

- Pós graduado em Cirurgia

Tel: (67) 3461 3399

www.cliron.com.br

facebook/clinicacliron

 

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 06/09/2018 Dias 15 e 22 campanhas vacinação antirrábica na zona rural de Naviraí
Postada em: 06/09/2018 Em Naviraí, Unidade de Saúde São Pedro realiza projeto com idosos
Postada em: 06/09/2018 Como Escolher a Escova de Dentes e a importância da quantidade certa do creme dental
Postada em: 03/09/2018 Vacinação Antirrábica na zona urbana terá início dia 15
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra