QUARTA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2018
Untitled Document
06/09/2018 | Fonte: G1

FBI recupera sapatos de 'O Mágico de Oz' roubados há 13 anos

Os "sapatos de rubi" do filme "O mágico de OZ" foram recuperados após roubo (Foto: LOU BUSTAMANTE / PROFILES IN HISTORY / AFP)

São os sapatos mais fáceis de serem identificados ao redor do mundo, mas, de alguma forma, se mantiveram escondidos desde que, há 13 anos, foram roubados de um museu de Minnesota.

Entretanto, nesta terça-feira (4), os sapatos vermelhos usados por Dorothy em "O Mágico de Oz" voltaram ao seu lugar de origem.

Autoridades americanas anunciaram a recuperação dos famosos sapatos, um dos quatro pares usados por Judy Garland no clássico do cinema de 1939.

Os sapatos foram roubados em uma noite de 2005 do Museu Judy Garland, localizado em Grand Rapids, Minnesota, onde nasceu a já falecida atriz.

Foi oferecida uma recompensa de US$ 1 milhão a quem os recuperasse, mas o culpado pelo desaparecimento e o destino dos sapatos continuam sendo um mistério.

Nesta terça, as autoridades não detalharam o que aconteceu durante todo esse tempo com os sapatos, e se limitaram a informar sobre a sua recuperação e que tinham "vários suspeitos" na mira.

O Museu Nacional de História Americana da Instituição Smithsonian, em Washington, - que tem outro par de sapatos de Dorothy em exibição - atestou a autenticidade do calçado.

"É incrível", disse à AFP Sue Plagemann, representante do Museu Judy Garland. "Achávamos que nunca seriam recuperados. Acreditávamos que tínhamos perdido-os para sempre".

 

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 17/10/2018 Prato Monocromático Elimina Thales do Masterchef Profissionais
Postada em: 16/10/2018 Ben Stiller apresenta série sobre fuga de uma prisão inspirada em fatos reais
Postada em: 16/10/2018 Biquini Cavadão inicia tributo ao 'ilustre guerreiro' Herbert Vianna
Postada em: 15/10/2018 Roger Waters comenta polêmica em show e diz que luta não deveria ser entre fãs, mas contra os poderosos
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra