TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
Untitled Document
03/09/2018 | Fonte: FolhaPress

Partido Novo vai ao TSE contra propaganda do PT

João Amoêdo - Partido Novo. (Rovena Rosa/Agência Brasil )

O partido Novo pediu medida cautelar ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), na tarde deste domingo (2), para retirar do rádio, da TV e da internet a propaganda presidencial do PT. O partido entendeu que os programas petistas mostram Luiz Inácio Lula da Silva como candidato, mesmo depois de ele ter sido barrado pelo TSE com base na Lei da Ficha Limpa.

Em julgamento que durou até a madrugada de sábado (1º), o TSE decidiu que o PT pode manter seus programas eleitorais, desde que não apresente Lula como candidato.

O partido Novo sustentou, no pedido feito neste domingo, que o TSE acreditou na boa-fé do PT, mas que o partido insiste em agir na ilegalidade.

"Não é preciso grande esforço para se concluir que as propagandas eleitorais veiculadas pelos representados [PT], em todos os horários, em bloco, na TV e no rádio, em 1º de setembro, não veiculam um segundo de propaganda eleitoral da coligação ou do candidato a vice [Fernando Haddad]. Sobretudo na TV, faltou aos representados o mínimo constrangimento de, ao menos, indicar Fernando Haddad como candidato a vice-presidente, ao menos abaixo do seu nome. No rádio, não houve qualquer constrangimento. A propaganda (manhã e tarde) começa com o anúncio 'Começa agora a propaganda Lula Presidente, Haddad Vice'", alegou o Novo.

O pedido foi feito ao ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo de registro de candidatura de Lula. O Novo também pede que o Ministério Público investigue se o PT descumpriu ordem judicial.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 22/10/2018 Toffoli, Moraes e Celso de Mello reagem à fala de Eduardo Bolsonaro sobre fechamento do STF
Postada em: 22/10/2018 Reunião define prazo para regularização de casas do “Beira Rio” em Naviraí
Postada em: 22/10/2018 Abstenção em MS elegeria nove vezes o deputado eleito menos votado no Estado
Postada em: 18/10/2018 Fi da Paiol reivindica base da Policia Militar Rodoviária Estadual
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra