SÁBADO, 23 DE FEVEREIRO DE 2019
Untitled Document
28/08/2018 | Fonte: G1

Katy Perry negou ter sido estuprada por Dr. Luke, mostram documentos judiciais

Cantora Katy Perry chega ao Baile de Gala do Met em Nova York (EUA) (Foto: Eduardo Munoz/Reuters)

Em depoimento à Justiça, Katy Perry negou ter sido estuprada pelo produtor Dr. Luke, mostram documentos revelados nesta segunda-feira (27) pela revista americana "People".

A cantora depôs em 21 de julho do ano passado no caso envolvendo Luke e a também cantora Kesha. De acordo com a publicação, ela negou repetidas vezes a alegação de que havia sido agredida sexualmente pelo produtor.

A acusação contra Luke foi tornada pública em junho, depois de ser anexada a um processo de difamação que o produtor move contra Kesha. Ele alega que ela espalhou o boato em uma troca de mensagens com Lady Gaga, em 2016.

A batalha legal entre Kesha e Luke se arrasta desde 2014, quando a cantora processou o ex-colaborador, afirmando que foi drogada e estuprada por ele. Ela também diz que foi vítima de abuso emocional. Ele sempre negou todas as acusações.

Em um comunicado também divulgado pela "People", Kesha diz que "nunca afirmou ter qualquer conhecimento sobre um suposto abuso a Katy Perry". "Dr. Luke está processando Kesha com base em uma mensagem privada e individual, que Kesha enviou a Lady Gaga em 2016, logo depois que o CEO da Interscope, John Janick, disse a Kesha e Gaga que tinha ouvido um boato sobre Dr. Luke também ter abusado de Katy Perry."

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 21/02/2019 Samsung apresenta o Galaxy Fold, celular dobrável e com 6 câmeras da marca
Postada em: 15/02/2019 Alok aparece repleto de fios para exames e assusta fãs
Postada em: 14/02/2019 Frozen 2: Elsa testa seus poderes no primeiro trailer da continuação
Postada em: 12/02/2019 Globo impede Juliana Paes de ser Musa do Carnaval 2019
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra