TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
Untitled Document
17/08/2018 | Fonte: DOURADOS NEWS

À espera da audiência de custódia, envolvidos em morte de criança permanecem em delegacia

Madrasta do menino foi levada à delegacia após o fato - Crédito: Osvaldo Duarte

Joel Rodrigo Avalo Santos, 24, e Jessica Leite Ribeiro, 21, pai e madrasta de Rodrigo Moura Santos, 1, morto na manhã de quinta-feira (16/8) em Dourados, permanecem presos no 1º Distrito Policial. Eles passam por audiência de custódia nesta sexta (17/8) e devem ser transferidos para presídios após a decisão judicial.

Ambos são acusados de violentar a criança, que não resistiu aos ferimentos. 

O laudo do médico legista aponta que o menino sofreu trauma toracoabdominal, choque hemorrágico e laceração hepática, que seria o rompimento de fígado, todos causados pelas agressões.

Na tarde de ontem, o delegado do 2º Distrito Policial de Dourados, Marcelo Batistela Damasceno, autuou em flagrante os dois pelo crime. 

Morte da criança

O caso ocorreu na rua Presidente Kenedy, na região da Cabeceira Alegre na manhã de quinta-feira (16/8). 
Conforme as informações iniciais, a madrasta do bebê acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) após ele passar mal.

Quando os socorristas chegaram ao local, a criança estava morta e em seu corpo, havia sinais de violência. 
A perícia foi acionada e constatou hematomas nas costas, cabeça e pescoço.

O menino foi levado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), onde constatou-se a morte violenta. 

 

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 22/10/2018 Pai suspeito de tiro acidental continua foragido e possui mandado em aberto por violência doméstica, diz polícia
Postada em: 22/10/2018 Aposentado é preso suspeito de estuprar enteada desde os 09 anos
Postada em: 22/10/2018 Homem tenta fugir, mas acaba preso com 392 quilos de maconha
Postada em: 22/10/2018 Polícia caça 37 suspeitos de crimes, entre eles ex-jogador de futebol
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra