DOMINGO, 19 DE AGOSTO DE 2018
Untitled Document
10/08/2018 | Fonte: G1

Adolescente de 13 anos mata a prima no Piauí

Adolescente de 17 anos foi morta pela própria prima de 13 anos (Foto: Reprodução/Facebook)

A adolescente de 13 anos, suspeita de matar a própria prima de 17 anos a facada, prestou depoimento na tarde desta quinta-feira (9) na Delegacia de Água Branca.

Segundo o delegado Otony Neto, a agressora estava escondida na casa de uma tia em Lagoinha do Piauí.  "Para preservar a menor, não posso contar detalhes do depoimento dela, mas a motivação do crime foi por discussões banais, sem maior relevância. Ao ser localizada, a adolescente confessou ter matado a prima. Solicitamos o auto de apreensão da menor, que seria o flagrante, e ela se recolhida em Água Branca", informou. 

A Polícia Civil tem agora 24 horas para apresentar a menor ao Ministério Público ou Judiciário para decidir a sua internação. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), por ter 13 anos a adolescente pode ser responsabilizada criminalmente.  "Ainda estamos colhendo informações sobre o crime e em diligência para encontrar a arma, que acreditamos ser um punhal ou faca. Depois vamos encaminhar o caso ao Ministério Público", acrescentou o delegado. 

De acordo com o major Lacerda, comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar, as adolescentes possuíam uma relação conturbada e não se entendiam muito bem. “Eu conversei com o pai da vítima e ele me disse que elas tinham uma espécie de rixa, mas não soube dizer o motivo”, declarou.  O velório de Ana Vitória, de 17 anos, aconteceu nesta quinta-feira (9) na casa da família em Água Branca e foi marcada por emoção, além de lamentação dos parentes.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 19/08/2018 Mulher de 18 anos leva tiro no rosto durante briga com marido
Postada em: 19/08/2018 Jovem morta no litoral de SP estava grávida; suspeito do crime afirma ser o pai
Postada em: 19/08/2018 Casal é preso em MS com cocaína que levaria para BA como pagamento a traficante
Postada em: 19/08/2018 Número de denúncias de violência contra crianças e adolescentes aumentou em MS
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra