SEXTA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2019
Untitled Document
21/07/2018 | Fonte: CAARAPÓ NEWS

Polícia prende assaltantes de relojoaria e recupera objetos roubados

Trio acusado de cometer o assalto foi preso em uma casa no Shalon. Foto: Reprodução Caarapó News

Uma ação conjunta entre as policias Civil e Militar de Caarapó resultou na prisão de três suspeitos de participação no assalto ocorrido na manhã de hoje, por volta das 9h, em uma relojoaria, localizada na avenida Barão do Rio Branco, na área central da cidade.

 Conforme as primeiras informações apuradas pelo CaarapoNews, após analisarem imagens feitas por câmeras de circuito interno, a polícia passou a investigar o caso e chegou até os acusados, que estavam escondidos em uma residência no bairro Shalon. 

No local os policiais encontraram os dois suspeitos e os objetos levados durante o assalto. Uma terceira pessoa, que estaria em um automóvel e teria dado cobertura a dupla de moto, também foi presa. Os policiais encontraram ainda no local as duas armas utilizadas no crime, um revólver e uma pistola. 

De acordo com o delegado Anézio Rosa Andrade, os acusados fazem parte de uma facção criminosa, sendo um deles evadido do regime semi-aberto. Os nomes dos assaltantes foram divulgados pela polícia, sendo Alisson Jhone Batista, Carlos Augusto Cranolisk e Elieson Paulino Maciel.

O caso - Conforme já noticiado, por volta das 9h, dois homens com capacetes e armados chegaram ao local, em uma motocicleta, e renderam o segurança, funcionários e proprietários da joalheria, anunciando o assalto em seguida.
Momentos depois eles fugiram carregando um saco com diversos objetos do estabelecimento, entre eles jóias e semi-jóias.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 17/01/2019 Ex-presidente do Naviraiense é condenado por desviar R$ 247 mil
Postada em: 17/01/2019 Homem é suspeito de matar primo com golpes e facão
Postada em: 17/01/2019 Jovem é preso após simular sequestro e pedir R$ 7 mil para a própria mãe
Postada em: 17/01/2019 Desacordada, mulher é levada para UPA e estupro é descoberto por médico
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra