QUARTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2019
Untitled Document
05/07/2018 | Fonte: G1

BNDES anuncia linha de crédito para produtores de suínos e aves prejudicados por greve de caminhoneiros

O setor de proteína animal foi um dos afetados pela paralisação da categoria, iniciada no final de maio. Foto: Pixabay

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Dyogo Oliveira, disse nesta terça-feira (3) que será criada uma linha de crédito no valor de R$ 1,5 bilhão destinada a empresas de proteína animal (aves e suínos) que tiveram prejuízos com a greve dos caminhoneiros.

O setor de proteína animal foi um dos afetados pela paralisação da categoria, iniciada no final de maio, que por 11 dias bloqueou rodovias no país e interrompeu o transporte de cargas. Os caminhoneiros protestavam contra a política de preços da Petrobras para o óleo diesel.

"Houve perdas muito importantes de animais e prejuízos na cadeia produtiva. Então, essas empresas necessitam nesse momento repor esses estoques, repor esses animais e, para isso, o BNDES está disponibilizando uma linha de capital de giro no valor de R$ 1,5 bilhão com 60 meses para pagar, sendo 24 meses de carência dentro dos 60", informou Dyogo.

Segundo o presidente do banco, a taxa de juros da linha de crédito deve ficar, para o tomador final, em torno de 10% a 11% ao ano.

Dyogo também informou que o BNDES criou uma linha de crédito para financiar o uso de energia solar em residências e empresas. A linha de crédito tem juros de até 4% ao ano, com prazo de 12 anos para pagamento e carência entre três e 24 meses.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 06/03/2019 Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado de R$ 80 milhões
Postada em: 06/03/2019 Bolsonaro posta vídeo obsceno para criticar blocos de rua no Carnaval e gera polêmica
Postada em: 01/03/2019 Site e call center vão esclarecer dúvidas sobre reforma da Previdência
Postada em: 01/03/2019 Operação Carnaval inicia com reforço de policiais e radares nas BRs
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra