TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2018
Untitled Document
21/06/2018 | Fonte: JP News

Vídeo de menores fazendo sexo oral em ônibus escolar viraliza e gera debate na Câmara de Vereadores

Um vídeo gravado dentro de um ônibus escolar, que supostamente transporta alunos da rede estadual de ensino, na área rural, em Três Lagoas, tem gerado polêmica após ser compartilhado nas redes sociais. As imagens mostram estudantes, menores de idade, fazendo sexo oral enquanto são transportados para casa após as aulas.

 O assunto ganhou repercussão e provocou até mesmo debate entre os vereadores, durante sessão, na manhã desta terça-feira (19), na Câmara Municipal. Alguns parlamentares questionaram o fato de não haver monitores durante o trajeto ou funcionários para acompanhar os adolescentes. Vídeo de menores fazendo sexo oral em ônibus escolar viraliza e gera debate na Câmara de Vereadores funcionários para acompanhar os adolescentes.

 Não há informações sobre quando as imagens foram gravadas. Porém, o vídeo começou a ser compartilhado nas redes sociais nesta segunda (18). O transporta escolar da rede estadual de ensino é realizada por meio de convênio com a Prefeitura de Três Lagoas. A equipe de reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa que, por meio de nota, informou que Secretaria Municipal de Educação e Cultura já comunicou o Ministério Público Estadual (MPE) sobre o ocorrido com alunos da rede estadual. Disse também que está finalizando a elaboração de projeto com ações educativas contínuas junto aos estudantes que utilizam o transporte escolar, especialmente na zona rural.

  “Um amplo trabalho deverá incluir também os pais, motoristas e demais responsáveis pelo transporte dos alunos. A secretária de Educação, Maria Célia Medeiros, solicitou apoio também da Polícia Militar. Ações integradas entre os órgãos deverão nortear as ações para evitar atos inconvenientes nas dependências e veículos escolares”, consta trecho da nota.

 A administração municipal pontuou ainda que dois monitores estarão acompanhando os alunos durante todo o trajeto. “Além disso, duas mães voluntárias foram autorizadas e também vão acompanhar os alunos nos próximos 15 dias quando novos procedimentos serão adotados”, diz a nota.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 14/09/2018 Prefeito Izauri determina início das obras do novo cemitério
Postada em: 14/09/2018 Tarifa de pedágio aumenta R$ 0,10 a partir dessa Sexta Feira
Postada em: 10/09/2018 Muro de residência desaba e mata criança de apenas três anos
Postada em: 10/09/2018 Parada Cívica em Naviraí reuniu grande público
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra