QUARTA-FEIRA, 14 DE NOVEMBRO DE 2018
Untitled Document
14/06/2018 | Fonte: ASSESSORIA E COMUNICAÇÃO

Ivinhema é contemplada com kit da patrulha mecanizada

Vereador Admilson Fotografo e professor Eduardo e o secretário de agricultura Edson Correia estiveram acompanhando o prefeito Tuta durante o Evento. - Foto Assessoria

Roney Minella- O prefeito Tuta esteve em Campo Grande na segunda-feira para receber das mãos do governador do estado Reinaldo Azambuja um kit da patrulha  mecanizada contendo: 01 distribuidor de calcário, 01 grade aradora, 01 grade niveladoura, 01 pá carregadeira traseira,01 rotoencanteirador e 01 trator agrícola de 85 CV.

Sabe-se que a agricultura familiar é a responsável por garantir a segurança alimentar do País, gerando os produtos da cesta básica consumidos pelos brasileiros. A estimativa é de cerca de 70% dos alimentos que vão para as nossas mesas são oriundos da produção com mão-de-obra familiar. Diante de tamanha importância é que o governador Reinaldo Azambuja promoveu, a maior entrega de equipamentos para fomentar o setor, calculada em R$ 12 milhões investidos na aquisição de 567 implementos agrícolas.

Para o prefeito Tuta é “uma grande satisfação receber esse kit que estará ajudando muito os agricultores Ivinhemenses, essa é uma conquista não só da administração, mas de toda população, esses maquinários estarão sendo utilizados para a melhoria dos serviços já prestados em nosso município.

Os vereadores Admilson Fotografo e professor Eduardo e o secretário de agricultura Edson Correia estiveram acompanhando o prefeito nessa importante conquista para o município.

Implementos Agrícolas

Juntos todos os maquinários equivalem a R$ 12.373.344,00, um montante que será aplicado na mecanização das pequenas propriedades rurais dos quatro cantos do Estado. Uma forma de tornar a agricultura familiar mais competitiva no mercado, o que pode contribuir com a redução de importação de alimentos, já que o Mato Grosso do Sul ainda depende de produtos de hortigranjeiros de outros estados, em especial, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Campo Grande, Coronel Sapucaia, Douradina, Rio Verde, Tacuru, Angélica, Caarapó, Japorã, Ponta Porã, Itaquiraí, Anaurilândia, Fátima do Sul, Figueirão, Inocência, Juti, Ivinhema, Rio Negro, Selvíria, Sete Quedas, Sonora, Alcinópolis, Antônio João, Bandeirantes, Jateí, Terenos, Paranhos, Ribas do Rio Pardo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Aquidauana, Bodoquena, Taquarussu, Água Clara, Aparecida do Taboado, Cassilândia, Coxim, Maracaju, Vicentina, Amambai, Eldorado, Miranda, Novo Horizonte do Sul, Aral Moreira, Mundo Novo, Bataguassu, Glória de Dourados, Iguatemi, Nioaque, Bela Vista, Corumbá, Jardim, Corguinho, Itaporã, Paranaíba, Caracol, Rio Brilhante e Rochedo são os 62 municípios contemplados nesta fase.

Os recursos são oriundos de emenda da bancada federal, oito deputados federais e três senadores, de recursos do próprio Governo do Estado e de propostas voluntárias da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento (Sead), Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

 

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 13/11/2018 Vereadora Rosangela defende projeto para doar material de construção a carentes
Postada em: 13/11/2018 Fi da Paiol pede melhorias no sinal telefônico móvel nos bairros
Postada em: 13/11/2018 Tereza Cristina defende agrotóxicos e assistência técnica a pequeno produtor
Postada em: 12/11/2018 Moro diz que ministro do novo governo que vier a sofrer denúncia 'consistente' de corrupção deve ser afastado
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra