QUARTA-FEIRA, 12 DE DEZEMBRO DE 2018
Untitled Document
12/06/2018 | Fonte: CORREIO DO ESTADO

Agricultores familiares recebem maquinários avaliados em R$ 12 mi

Os maquinários foram entregues na manhã de hoje - Foto: Divulgação

Equipamentos destinados a agricultura familiar foram entregues na manhã desta segunda-feira (11). Os investimentos somam R$ 12 milhões e são provenientes de recursos de emendas parlamentares de oito deputados federais e de três senadores, de recursos do próprio Governo do Estado e de propostas voluntárias da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento (Sead), Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco). 

De acordo com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), cada real investido da União, um é contrapartida do Executivo estadual. O governador também destacou, duranta a entrega dos maquinários, que a agricultura familiar é responsável por garantir a segurança alimentar do País. “A estimativa é de cerca de 70% dos alimentos que vão para as nossas mesas são oriundos da produção com mão-de-obra familiar”, reforçou Azambuja.

Todos os municípios do Estado serão beneficiados e de acordo com o governador, a bancada federal tinha que fazer uma escolha e optou colocar uma emenda parlamentar para comprar os equipamentos. “Então, temos empenhados R$ 9 milhões e a partir daí, fizemos mais um esforço coletivo, a distribuição das emendas, ela é respeitada a cada parlamentar. O mais importante é que os 79 municípios foram atendidos. Essas emendas, com a contrapartida que Governo do Estado colocou, é que propiciou mais de 1.044 equipamentos que vão ajudar a agricultura familiar”, disse Azambuja.

Entre os 567 equipamentos expostos no canteiro do Centro de Pesquisa e Capacitação da Agraer (Cepaer) – Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural, 95 são tratores, 96 grades aradoras, 87 grades niveladoras, 86 calcareadeiras, 80 rotoencanteiradores, 79 pás carregadeiras, 6 roçadeiras, 5 ensiladeiras, 13 carretinhas e 20 resfriadores com capacidade de mil litros cada.

Na oportunidade estavam presentes dezenas de pessoas entre lideranças municipais, estaduais, federais e agricultores familiares (assentados, produtores tradicionais, indígenas e quilombolas).

Ao todo, Campo Grande foi contemplada com três patrulhas mecanizadas que deverão auxiliar na lida no campo das famílias que atuam dentro do cinturão verde da cidade. “Com esta ação temos um Governo que passa do serviço de assistencialismo para atuar na produtividade da nossa Cidade. Estimamos um atendimento de 1.500 famílias entre 22 assentamentos e comunidades oriundas da agricultura familiar. Já estamos estudando uma logística para atender o maior número de famílias agrícolas”, disse o secretário da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedesc), Luiz Fernando Buanain.

Para o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, a patrulha mecanizada é bem recebida não somente pelo setor produtivo, agricultura familiar, como pelos próprios técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). “São equipamentos novos que não demandam uma grande manutenção, risco de ficarem encostados por problemas, e a Agraer detém muito conhecimento de cultivo através de nossos profissionais. Então, os equipamentos ajudam a plantar, colher no tempo certo e a ofertar produtos no mercado de maior qualidade”.

 

“A gente atinge um grande volume de produtores porque são mais de 70 mil famílias na agricultura familiar do Estado, e o próximo passo, agora, é o bom uso dessas máquinas. A Agraer vai fazer todo um trabalho de planejamento do uso dessas máquinas com cada um dos municípios e depois, também, estamos pensando em verificar que tipo de equipamento que ainda falta para completar essa tecnificação neste setor produtivo. Além de apresentar uma nova emenda para que a gente possa fazer isso”, argumentou o secretário Secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura e Familiar, Jaime Verruck.

Só no que diz respeito ao público indígena, na aldeia Nova Buriti, de Dois Irmãos do Buriti, os equipamentos auxiliarão as atividades de cerca de 150 famílias. “É da terra que tiramos o sustento das famílias e garantimos os estudos das crianças. Com a patrulha vai dar para cuidar da lavoura, plantar milho, feijão, mandioca e cuidar da terra. A gente quer cuidar e garantir o uso bom de tudo”, disse o cacique José André Ferreira que durante a solenidade ainda recebeu as chaves de um caminhão com carroceria de madeira adquirida por R$ 148.600,00.

 

Implementos Agrícolas

Todos os maquinários equivalem a R$ 12.373.344,00, um montante que será aplicado na mecanização das pequenas propriedades rurais dos quatro cantos do Estado. De acordo com o governador, essa é uma das maneiras de tornar a agricultura familiar mais competitiva no mercado, o que pode contribuir com a redução de importação de alimentos, já que o Mato Grosso do Sul ainda depende de produtos de hortigranjeiros de outros estados, em especial, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Campo Grande, Coronel Sapucaia, Douradina, Rio Verde, Tacuru, Angélica, Caarapó, Japorã, Ponta Porã, Itaquiraí, Anaurilândia, Fátima do Sul, Figueirão, Inocência, Juti, Ivinhema, Rio Negro, Selvíria, Sete Quedas, Sonora, Alcinópolis, Antônio João, Bandeirantes, Jateí, Terenos, Paranhos, Ribas do Rio Pardo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Aquidauana, Bodoquena, Taquarussu, Água Clara, Aparecida do Taboado, Cassilândia, Coxim, Maracaju, Vicentina, Amambai, Eldorado, Miranda, Novo Horizonte do Sul, Aral Moreira, Mundo Novo, Bataguassu, Glória de Dourados, Iguatemi, Nioaque, Bela Vista, Corumbá, Jardim, Corguinho, Itaporã, Paranaíba, Caracol, Rio Brilhante e Rochedo são os 62 municípios contemplados nesta fase.

 

Brasilândia, Costa Rica, Laguna Caarapã, Nova Alvorada do Sul, Paraíso das Águas e Pedro Gomes que ainda não foram contemplados pelo poder executivo estadual serão assistidos, em um futuro momento, conforme informações repassadas durante a solenidade.

Já na listagem de beneficiados com resfriadores estão Nioaque, Sidrolândia, Fátima do Sul, Juti, Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Mundo Novo, Angélica, Nova Andradina, Amambai, Paranhos, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste, Brasilândia, Inocência, Paranaíba e Selvíria.

A cerimônia de entrega de equipamentos ainda contou com a presença da vice-governadora, Rose Modesto; dos secretários de Estado Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica) e Helianey Paulo da Silva (Seinfra); dos parlamentares estaduais Júnior Mocchi, Beto Pereira, Enelvo Felini, João Grandão, Renato Câmara, Paulo Correa, Mara Caseiro, Eduardo Rocha, Rinaldo Modesto; e dos federais Teresa Cristina, Zeca do PT, Vander Loubet, Geraldo Rezende, Elizeu Dionísio, Dagoberto Nogueira; dos senadores Moka e Simone Tebet; e do diretor-presidente do Detran, Roberto Hashioka. Além de outras autoridades do Estado, prefeitos, municípios, lideranças e agricultores familiares.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 11/12/2018 Prefeito Izauri recebe visita de empresário paranaense
Postada em: 11/12/2018 IFMS abre mais de 1,5 mil vagas para cursos de qualificação em 14 cidades
Postada em: 07/12/2018 Proerd encerra as aulas desta temporada em Naviraí
Postada em: 07/12/2018 IFMS encerra no domingo as inscrições para oito vagas de professor substituto
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra