SEGUNDA FEIRA, 20 DE AGOSTO DE 2018
Untitled Document
13/05/2018 | Fonte: Globo Esporte

Lyoto Machida repete Anderson Silva e apaga Vitor Belfort com chute frontal

Lyoto Machida atropelou Vitor Belfort no UFC Rio 9 (Foto: Andre Durão)

última luta de Vitor Belfort pelo Ultimate seria capaz de fazer passar, pela cabeça do lutador, um filme com tudo o que ele viveu durante anos dentro do octógono. Entretanto, o que se viu foi a reprise de um dos capítulos - negativos - mais marcantes da carreira do "Fenômeno": a derrota para Anderson Silva, em 2011, com um famoso chute frontal aplicado por Spider. Neste sábado, contra Lyoto Machida, a um minuto do segundo round, o carioca levou um golpe muito parecido, na ponta do queixo, que o fez desabar no octógono. Foi um desfecho amargo para quem se acostumou a liquidar os oponentes com rapidez e contundência. Respeitoso, o "Dragão", imediatamente após o nocaute, se ajoelhou em reverência ao compatriota, em sinal de respeito a uma das lendas do esporte do país.

- Muito obrigado a todos, muito respeito ao Belfort, que fez muito pelo esporte e merece nosso respeito. Amanhã é Dia das Mães, essas mulheres que nos fizeram e nos dão muito amor. Hoje tive a felicidade de ser melhor do que ele. Nunca podemos dizer que somos melhores um dos que o outro. Hoje fui melhor e consegui essa vitória. Eu esepava vintando, esperando acontecer. Eu vi a brecha e acertei o golpe. Michael Bisping, ainda estou esperando por você. Se você quiser se aposentar, lute comigo.

Recuperado do golpe violento, Vitor Belfort agradeceu o carinho do público, que o apoiou mesmo após o revés, gritando seu nome da arquibancada.

- Gostaria de agradecer à minha família e aos meus amigos. Eu estou bem. Parabéns ao Lyoto. Tudo na vida tem um começo, meio e fim. Vou deixar minhas lutas aqui porque acho que cheguei ao fim. Agradeço pelo carinho.

Enquanto as entrevistas aconteciam no centro do octógono, no telão, surgia a imagem do pai de Lyoto Machida e mestre de caratê, Yoshizo Machida, na plateia, dando um abraço em Jovita Belfort, mãe do carioca, em atitude nobre e respeitosa.

Vitor Belfort, que participou do UFC 12, em 1997, encerra sua trajetória na organização aos 41 anos de idade. O carioca vinha de vitória contra Nate Marquardt, em junho do ano passado, na Cidade Maravilhosa. Lyoto Machida, por sua vez, emplaca dois triunfos seguidos, o que não acontecia há quatro anos.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 20/08/2018 São Paulo escala time misto, vence Chape e tira liderança do Inter
Postada em: 19/08/2018 Grêmio faz 1 a 0 no Corinthians e chega a 3ª colocação na tabela
Postada em: 16/08/2018 Lutador de MS é convocado para Mundial em outubro na Turquia
Postada em: 15/08/2018 Flamengo e Grêmio jogam por vaga na semi da Copa do Brasil
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra