DOMINGO, 25 DE FEVEREIRO DE 2018
Untitled Document
14/02/2018 | Fonte: CORREIO DO ESTADO

Pedreiro é encontrado morto com ferimento na cabeça em frente a terreno baldio

Esposa disse que ele fazia tratamento e estava proibido de beber
Ademilson foi encontrado morto hoje de manhã, no Jardim São Conrado - Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

O pedreiro Ademilson Pereira Nunes, 42 anos, foi encontrado morto hoje de manhã, com ferimento na cabeça. Corpo foi localizado por moradores em frente a um terreno baldio na Rua Leão Zardo, Jardim São Conrado, em Campo Grande.

Equipe da Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 7h e, no local, se deparou com a vítima ferida. Corpo de Bombeiros foi acionado e socorristas constataram a morte do pedreiro no local.

Esposa de Ademilson, a diarista Marta Alves da Costa, 43 anos, disse que o casal estava junto há um ano e que o marido fazia uso de medicamento forte por conta de problema no pancreas, o qual a mulher não soube especificar.

Marta relatou ainda que o médico proibiu Ademilson de beber durante o tratamento. No entanto, ele ignorava as orientações e continuava bebendo, já que passou mal em outras ocasiões e chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Ainda conforme a diarista, o homem saiu ontem e voltou às 20h. Por volta das 22h30 saiu de novo e não retornou mais. Ela suspeita que ele tenha saído para beber.

Hoje cedo, ao perceber a movimentação, a mulher foi verificar o que havia acontecido, já que o marido não havia retornado para casa, foi então que se deparou Ademilson morto. Caso será apurado por investigadores da Polícia Civil.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 23/02/2018 Naviraí-Embriagado e com medo da mulher, motorista tenta fugir da PM e acaba preso ao chegar no Paraná
Postada em: 23/02/2018 Adolescente denuncia o próprio pai por estupro
Postada em: 23/02/2018 Polícia desarticula grupo que planejava furto a agência dos Correios
Postada em: 23/02/2018 Homem é morto a tiros em bairro e suspeita é de reação a assalto
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra