TERÇA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2018
Untitled Document
29/01/2018 | Fonte: Top Midia news

Azambuja, Puccinelli e Odilon começam pré-campanha em fevereiro e visitam interior de MS

Três principais pré-candidatos ao governo percorrem municípios de de Mato Grosso do Sul
Foto: André de Abreu

Os três principais pré-candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul iniciam o período de pré-campanha já em fevereiro, e percorrendo os municípios de Mato Grosso do Sul.

Cotado para a reeleição, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) começa a entrega de diversas obras de infraestrutura pelos municípios do Estado. A primeira foi em 27 de janeiro em Maracaju, com a entrega da pavimentação de 49,6 km da MS-460, rodovia que dá acesso ao distrito de Água Fria e interliga a região ao entroncamento com a BR-060 e a MS-162.

Apesar de Azambuja ainda não oficializar sua pré-candidatura, dizendo que vai se decidir apenas após o carnaval, que seria a partir de 15 de fevereiro, o PSDB já trabalha a reeleição do governador como principal objetivo do partido.

O pré-candidato ao Governo pelo MDB, André Puccinelli começa os encontros regionais do partido a partir de 2 de fevereiro. O primeiro será realizado em Costa Rica, cujo prefeito Waldeli Rosa se filiou recentemente a legenda.

Depois Coxim, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Amambai, Ponta Porã, Corumbá, Aquidauana, Paranaíba, Três Lagoas, Dourados e Campo Grande. A intenção é escutar a população sobre a situação ligadas a saúde, educação, segurança e infraestrutura de cada cidade.

O ex-juiz federal Odilon de Oliveira, pré-candidato ao governo pelo PDT, retoma as viagens às cidades do Estado também em fevereiro. Odilon saiu na frente e desde o lançamento de sua pré-candidatura em novembro do ano passado, já tem realizado visitas aos municípios, aproveitando a sua agenda de palestras e debates, para ouvir a população. Entretanto, o calendário de visitas ainda não foi divulgado pelo partido. 

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 13/08/2018 Advogados do PT avaliam que TSE pode julgar registro de Lula antes do início do horário eleitoral
Postada em: 13/08/2018 Sem candidato, MDB avalia apoio a Harfouche, mas também outras opções
Postada em: 13/08/2018 Simone Tebet do MDB desiste da candidatura ao governo de MS
Postada em: 12/08/2018 Dez juristas internacionais denunciam “injustiça e parcialidade”no caso Lula
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra