TERÇA-FEIRA, 14 DE AGOSTO DE 2018
Untitled Document
29/01/2018 | Fonte: ASSESSORIA E COMUNICAÇÃO

Deputada defende mais ações para fomentar pecuária leiteira de MS

Divulgação Assessoria e Comunicação

Ações concretas e políticas públicas voltadas a uma das maiores categorias de produtores do Brasil, vindas de discussões entre os segmentos que compõem a bacia leiteira de Mato Grosso do Sul. Esta foi a proposta defendida pela deputada federal Tereza Cristina durante encontro com produtores, representantes de associações, cooperativas e entidades ligadas a pecuária leiteria do Estado, promovido pela Associação Brasileira dos Produtores de Leite – Abraleite que aconteceu na quinta-feira (25) no Sindicato Rural em Campo Grande.

 

Alguns fatores foram fundamentais para que o encontro acontecesse. O cenário leiteiro que Mato Grosso do Sul tem apresentado ao longo dos últimos anos, com quedas significativas na produção do produto, devido à falta de incentivo e no preço de comercialização do próprio leite foram alguns tópicos apresentados pelos presentes.

A busca de saídas para fomentar o setor foi um dos pontos abordados pela deputada Tereza. Dentre elas a reativação das plantas de produção do leite que estão paradas no Estado. “Precisamos ter a união dos produtores neste momento tão delicado pelo qual o leite está passando, juntar o segmento em cooperativas para tocar as plantas paradas e acima de tudo vontade de solucionar esse problema. É fundamental se organizar na defesa de toda classe produtora, melhorando assim o preço do produto e incrementar com novas tecnologias e investimentos a produção de leite por aqui”, defendeu Tereza que colocou toda sua equipe para auxiliar na busca de uma solução definitiva para aumentar a oferta e comercialização do produto no MS.

Tereza ainda defendeu um diálogo intenso do setor para obter recursos específicos para financiar o setor leiteiro em Mato Grosso do Sul. “O Estado [brasileiro] precisa desenvolver uma política definitiva para fomentar a produção do leite por todo nosso país”, ressaltou a parlamentar.

O presidente da Abraleite, Geraldo Borges, também compartilha da mesma opinião da deputada Tereza Cristina. Para ele outro ponto importante é a criação de legislação específica que possa beneficiar o setor e desenvolver a produção. “Precisamos fomentar e incrementar para que a atividade não morra em todo o país, cobrando que sejam desenvolvidas ações para dar suporte à produção em todo o país. É chegada a hora de ter bons olhos para os bons produtores e para os bons laticínios. Nós, produtores, somos o elo mais prejudicado desta cadeia e precisamos estar unidos em favor da pecuária leiteira”, enfatizou Geraldo.

Criada em julho do último ano a Abraleite tem cobrado ações efetivas do Governo Federal que possam beneficiar os produtores de leite em todo o Brasil, priorizando a unificação do setor. Apontou a desoneração ou redução de impostos e ações que projetem o escoamento da produção. Acesso a crédito com mais prazos e prorrogação de prazos para inscrição ao Pronaf também foram defendidas durante o encontro.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 13/08/2018 Advogados do PT avaliam que TSE pode julgar registro de Lula antes do início do horário eleitoral
Postada em: 13/08/2018 Sem candidato, MDB avalia apoio a Harfouche, mas também outras opções
Postada em: 13/08/2018 Simone Tebet do MDB desiste da candidatura ao governo de MS
Postada em: 12/08/2018 Dez juristas internacionais denunciam “injustiça e parcialidade”no caso Lula
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra