QUARTA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2017
Untitled Document
09/11/2017 | Fonte: FolhaPress

'Estou pronto para mostrar que aprendi e superei o 7 a 1', diz Paulinho

A antiga artilharia era dividida por volantes consagrados como Falcão, Alemão, Dunga, César Sampaio e Emerson. Cada um marcou sete vezes pela seleção. - Foto: Divulgação

Ele já é o volante com o maior número de gols com a camisa da seleção brasileira. Após balançar as redes na vitória por 3 a 0 sobre o Chile, no mês passado, Paulinho se isolou ainda mais na artilharia da posição. O jogador de 29 anos já contabiliza 11 gols. Neste ano, ele fez ainda três na goleada contra o Uruguai, por 4 a 1, em março, e outro contra o Equador, em agosto.

A antiga artilharia era dividida por volantes consagrados como Falcão, Alemão, Dunga, César Sampaio e Emerson. Cada um marcou sete vezes pela seleção.

Por causa dos seus gols e das suas atuações pelo time nacional, Paulinho voltou à elite do futebol mundial. Em agosto, ele trocou o inexpressivo Guangzhou Evergrande, da China, pelo Barcelona.
À reportagem, o jogador contou que Felipão o ajudou a deixar o futebol chinês e afirma estar orgulhoso por estar jogando em um dos principais clubes do mundo.

Paulinho disse que foi também vítima de racismo no início da carreira na Lituânia e acredita que o 7 a 1 na Copa de 2014 o deixou mais forte.

"Aquela derrota para a Alemanha me fez ser forte como nem imaginava que pudesse ser. Estou pronto para mostrar que aprendi com o 7 a 1 e que o superei", disse o volante do Barcelona.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 22/11/2017 Michel Temer adia decisão em nomear Carlos Marun para ministro
Postada em: 22/11/2017 CCR MSVia alerta condutores sobre trechos em obra na BR-163
Postada em: 22/11/2017 Justiça manda caçar mandato de vereador condenado por ameaça
Postada em: 22/11/2017 Prefeito participa de encontro político em Amambai
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra