QUINTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2017
Untitled Document
23/10/2017 | Fonte: FolhaPress

Após semana de polêmicas, Santos vence na Vila e segue em briga por título

SAntos diminui vantagem do líder - Foto: Ivan Storti / Santos FC

O Santos não teve uma grande atuação, mas conseguiu derrotar o Atlético-GO por 1 a 0 neste domingo (22), na Vila Belmiro. O resultado pode não ser suficiente para aplacar a torcida, que chegou a vaiar a substituição de Copete, realizada nos minutos finais, mas mantém o alvinegro vivo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, com 53 pontos, a seis do líder Corinthians.

A vitória traz um pouco de paz em uma semana conturbada para a diretoria santista, que chegou a tomar a decisão de demitir Levir Culpi, mas voltou atrás e manteve o comandante. Na caça ao Corinthians, o Santos tem a concorrência do Palmeiras, que também venceu e tem os mesmos 53 pontos.

O Atlético-GO, com a derrota, segue na lanterna do Brasileirão, com apenas 26 pontos e 18 derrotas nas 30 partidas que disputou.

O Santos começou a partida buscando o ataque e dominando a posse de bola, mas Copete desperdiçou uma oportunidade incrível. Jean Mota cruzou da esquerda, Ricardo Oliveira deixou passar e o colombiano, na pequena área, teve o chute defendido por Marcos. Quinze minutos depois, Lucas Verissimo se enrolou e a arbitragem marcou recuo de bola, dando ao Atlético a oportunidade de uma cobrança de falta em dois toques na entrada da pequena área santista: Copete se redimiu e "defendeu", com os pés, o chute de Walter.

LUCAS LIMA

Alvo de críticas duras da torcida, Lucas Lima se dedicou em campo: procurou o jogo, pediu a bola e brigou para retomá-la quando a posse era do Atlético-GO. Além disso, foi preciso nas bolas paradas. Zeca, também criticado, apareceu bastante no ataque, e foi o único jogador a aceitar conversar com a imprensa na saída para os vestiários no intervalo.

Santos: Vanderlei; Zeca, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alisson (Yuri), Matheus Jesus e Lucas Lima; Copete (Lucas Crispim), Serginho (Renato) e Ricardo Oliveira.
T.: Levir Culpi

Atlético-GO: Marcos; Jonathan (Ronaldo), Gilvan, William Alves e Bruno Pacheco; André Castro (Diego Rosa), Paulinho, Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando (Igor); Walter.
T.: João Paulo Sanches

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (ambos de PE)
Público/Renda: 4.245 (total)/R$ 117.270,00
Cartões amarelos: Alison (SAN) e André Castro (ACG)
Gol: Ricardo Olveira (SAN), aos 30 minutos do primeiro tempo.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 17/11/2017 Fla perde e confirma vaga de Palmeiras e Grêmio na Libertadores 2018
Postada em: 16/11/2017 Corinthians bate o Flu de virada e conquista o 7º titulo do Brasileirão
Postada em: 14/11/2017 Chapecoense vence, e Santos dá adeus à chance de título
Postada em: 10/11/2017 Brasil faz 3 a 1 no Japão em bom treino para pegar a Inglaterra na terça
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra