QUARTA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Untitled Document
13/09/2017 | Fonte: G1

Fraude no agendamento do RG elevava para três meses tempo para conseguir documento

Duas pessoas, usando nomes falsos, faziam a reserva de horário para atendimento e depois cobravam de quem não conseguia ter acesso ao sistema.
Coordenador do Instituto de Identificação Gonçalo Pereira, Maurilton Ferreira de Souza, (Foto: Reprodução/TV Morena)

 

A secretaria estadual de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp) descobriu uma fraude que estava sendo cometida no agendamento pela internet para tirar a carteira de identidade. Duas pessoas, usando nomes falsos, faziam a reserva de horário para atendimento em datas e horários disponíveis no site da secretaria e depois cobravam de quem não conseguia ter acesso ao sistema.

Segundo o coordenador do Instituto de Identificação Gonçalo Pereira, Maurilton Ferreira de Souza, o sistema ficou congestionado com os falsos agendamentos e centenas de pessoas acabaram prejudicadas, principalmente com a demora na emissão dos documentos, que chegou a ser de três meses.

Souza, diz que após a descoberta da fraude, o tempo de espera para que o cidadão consiga ser atendido caiu para dois meses. “Após o atendimento, em cinco dias ele consegue retirar o documento”.

Para tentar reduzir ainda mais essa prazo, o coordenador do Instituto de Identificação disse que o governo do estado abriu processo seletivo simplificado para a contratação de 40 digitadores que vão trabalhar em Campo Grande e em outros 12 municípios do estado onde é feito o atendimento.

As inscrições para o processo seletivo estão abertas até essa sexta-feira (15) e a expectativa, conforme ele, é que o resultado seja divulgado no fim de outubro e que até meados de novembro esses profissionais já estejam trabalhando nas unidades do instituto, ajudando a reduzir o tempo de espera o atendimento.

Atualmente, conforme Souza, 15 mil pessoas aguardam atendimento em todo o estado para obter a primeira ou segunda via da carteira de identidade. Para evitar novas fraudes que tentem burlar o sistema, ele disse que o processo está sendo monitorado constantemente pelos servidores do instituto e da Sejusp.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 13/12/2017 Prefeitura de Naviraí abre seleção para professores temporários
Postada em: 13/12/2017 TRF mantém preventiva de acusados de estelionato
Postada em: 13/12/2017 Concurso da Polícia Civil convoca mais de mil para testes físicos
Postada em: 13/12/2017 Má conservação da BR-262 é alvo de inquérito do MPF
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra