SEXTA-FEIRA, 24 DE NOVEMBRO DE 2017
Untitled Document
11/08/2017 | Fonte: G1

STJ vai analisar processo sobre crimes de corrupção entre empresários e integrantes do governo de MS

Magistrado ainda determinou o desbloqueio dos veículos, contas bancárias e a devolução do HD dos donos do frigorífico Braz Peli.

O juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida determinou o envio do processo que apura crimes de corrupção envolvendo empresários e integrantes do governo do estado de Mato Grosso do Sul para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). O magistrado entendeu que as denúncias envolvem o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que tem foro privilegiado.

A assessoria de imprensa do governo do estado informou que Reinaldo Azambuja está tranquilo em relação à possível investigação no STJ porque não cometeu nenhuma irregularidade.

Na decisão, Garcete criticou o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Defraudações, Falsificações, Falimentares e Fazendários (Dedfaz) por falta de apuração de possível envolvimento de agentes públicos.

A coordenadora do Gaeco Cristiane Mourão discordou do juiz e disse que essa investigação não é de responsabilidade do Ministério Público. Ela ainda acrescentou que o próprio Gaeco sugeriu ao juiz o envio do processo ao STJ.

As denúncias foram feitas pelos donos do frigorífico Braz Peli que gravaram o pagamento de propina ao então chefe da Casa Civil Sérgio de Paula.

Assim que chegar ao STJ, o ministro relator encaminha o processo à Procuradoria-Geral da República (PGR). O caso será analisado por um subprocurador que poderá ou não oferecer a denúncia.

O juiz ainda determinou o desbloqueio deos veículos, contas bancárias e devolução de um HD apreendido.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 22/11/2017 Moro diz que Rio é 'exemplo mais visível' de corrupção sistêmica no País
Postada em: 22/11/2017 AL/MS aprova projeto de Onevan que institui prêmio e cria “Semana do Professor”
Postada em: 20/11/2017 Se não houver fraude, estarei no 2° turno, diz Bolsonaro
Postada em: 20/11/2017 Com elogios à Lava Jato, Alvaro Dias lança pré-candidatura à Presidência
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra