DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO DE 2017
Untitled Document
08/08/2017 | Fonte: TANAMIDIANAVIRAI

Morados de Naviraí acusados do assassinato de um radialista em Itaquiraí vão a Júri hoje

Alison Roberto Carvalho Navier, de 22 anos e Mauro Queiroz Cáceres, 25 anos (Fotos:Divulgação)

Mauro Queiroz Cáceres, 25 anos e Alison Roberto Carvalho Navier, de 22 anos, serão julgados hoje (08), pelo assassinado do radialista Ailton Ferreira de Oliveira, 35, o “Verdinho”, ocorrido na noite de 05 de agosto de 2015 na cidade de Itaquiraí.

Alison é apontado como o mandante do crime e também como o piloto da moto que deu fuga para Paulo Sérgio Vieira, de 24 anos, vulgo “Paulinho”, autor dos cinco tiros que provocaram a morte do radialista, e que já foi julgado dia 21 de fevereiro, pelo Tribunal do Júri da cidade de Itaquiraí, sendo condenado a 19 anos de prisão. Mauro seria quem deu suporte aos dois logo após o assassinato.

O julgamento de Mauro e Alison está marcado para esta terça-feira (08), no Fórum da cidade de Itaquiraí.

O radialista Ailton Ferreira de Oliveira, de 35 anos, o “Verdinho” que trabalhava como locutor, na rádio Vale Azul FM de Itaquiraí, foi assassinado com cinco tiros, quando chegava a sua residência, e morreu no local.

Logo após o crime a Polícia Civil de Itaquiraí começou a trabalhar no caso e levantaram pistas conseguindo então identificar os três autores Paulo, Mauro e Alison, todos moradores em Naviraí.

Da data do dia 09 de setembro 2015, quase um mês após o assassinato, os policiais civis de Itaquiraí com o apoio da policia civil de Naviraí, conseguiram chegar até os três acusados, que foram presos em suas residências. Ao serem presos, os três acusados ficaram em silêncio e não disseram os motivos que os levaram a cometer o crime

A moto Twister, prata, ano 2008, usada pela dupla após o crime, foi abandonada e apreendida. A arma utilizada no assassinato não foi localizada.

Preso com revólver – Paulo Sérgio Vieira chegou a ser preso pela Polícia Militar de Naviraí, quatro dias após o assassinato do radialista, ao ser flagrado com um revólver calibre 38, com cinco munições intactas.

Levado para a Polícia Civil, Paulo Sérgio disse que usava a arma para sua proteção, já que teria sofrido uma tentativa de homicídio. Atuado em flagrante por porte ilegal de arma, ele pagou fiança de R$ 2 mil reais, e foi solto para responder pelo crime em liberdade.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 18/11/2017 Naviraí - PM flagra viajante do tempo que alerta para invasão alienígena
Postada em: 17/11/2017 Polícia Federal prende um homem em flagrante em operação contra o tráfico
Postada em: 17/11/2017 Traficante zomba da polícia em grupos de Whats e acaba preso
Postada em: 17/11/2017 Itaquiraí - Preso homem acusado de matar enforcada ‘Mudinha’ em bar
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra