QUARTA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Untitled Document
17/05/2017 | Fonte: TANAMIDIANAVIRAI

Naviraí-Jovem sem CNH tenta fugir da PM e ao ser detido ameaça e desacata policiais

foto: arquivo

Um jovem de 20 anos foi encaminhado para a 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil), na manhã de ontem (16), após tentar fugir de uma abordagem da PM, realizar direção perigosa, cair de moto e ainda ameaçar e desacatar os policiais que o detiveram.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 8h, uma guarnição da PM que realizava patrulhamento pela avenida Iguatemi, avistou um indivíduo em uma moto Honda CBX/Twister de placa de Iguatemi/MS, que aos avistar a viatura policial, saiu em arrancada brusca em alta velocidade, sentido a rua Henrique Dias.

Diante da atitude suspeita do motoqueiro e como a guarnição estava realizando buscas à procura do autor de um assassinato ocorrido horas antes, os policiais passaram a realizar acompanhamento tático ao mesmo, o seguindo por várias ruas da cidade.

Para tentar escapar da abordagem, o motoqueiro chegou a trafegar pela contra das avenidas Nova Andradina, Mato Grosso e Pantanal, colocando em risco os demais veículos e pedestres das vias, até que em um dos cruzamentos da rua Porfírio Marcelino de Araújo, ele veio a sofre uma queda.

Após cair com a moto, o motoqueiro ainda tentou fugir a pé, porém foi contido pela equipe de policiais militares do GETAM (Grupamento Especializado Tático com Apoio de Motocicletas).

O motoqueiro que foi identificado como Adriano, de 20 anos, recusou-se passar por consulta médica, e momento em que estava sendo conduzindo por uma guarnição da PM para o 1ª DP, um dos policiais o ouviu dizer que o "GETAM tem que morrer".

Segundo a PM, ao chegar à Delegacia, Adriano que se mostrava inquieto, passou a dizer que iria cobrar o ocorrido e que teria amigos no bairro.

Foi constatado que Adriano não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e que o documento de sua moto estava vencido, sendo a mesma apreendida e encaminhada para o pátio do DETRAN local.

Durante a confecção do B.O, (Boletim de Ocorrência), Adriano disse aos policiais militares que estava com dores de cabeça, sendo então encaminhado para a Santa Casa, onde antes de passar pelos exames de raio-X e tomografia da cabeça, passou a proferir palavras de baixo calão para a guarnição.

Após analisar os exames, o médio de plantão constatou que Adriano não apresentava lesões, sendo medicado e liberado.  Novamente encaminhado para o 1ª DP, Adriano foi ouvido e após assinar um termo de responsabilidade em comparecer em Juízo, ele foi liberado.

O caso foi registrado como falta ou permissão ou habilitação para dirigir.


COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 13/12/2017 Eldorado - PRF apreende adolescente de 16 anos transportando maconha em ônibus
Postada em: 13/12/2017 Polícia Federal realiza buscas em gabinetes de dois deputados na Câmara
Postada em: 13/12/2017 Jovem é morto a tiros um dia depois de ser ameaçado durante discussão
Postada em: 13/12/2017 Polícia incinera mais de 15 toneladas de drogas em Dourados
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra