QUARTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2017
Untitled Document
15/05/2017 | Fonte: DOURADOS NEWS

Duplo homicídio ocorreu após bebedeira e pode ter sido cometido por vingança

Foto: Divulgação

Gelson Rocha Duarte, 30 anos e Adelcio Brites Amarilia, também 30 anos, ambos moradores na aldeia Bororó, na Reserva Indígena de Dourados, foram mortos a golpes de facão, por volta de 18h30 deste domingo, dia 14 de maio. O suspeito do crime seria o enteado de Adelson, um jovem de 24 anos, que está foragido.

De acordo com informações da Polícia Civil, onde o caso foi registrado, populares acionaram a Polícia Militar informando que dois homens foram encontrados mortos em uma casa na aldeia.

Os policiais se deslocaram para o local onde encontraram Adelcio e Gelson caídos em frente à casa 635, onde o crime aconteceu. O corpo de Adelson estava com lesões na cabeça, costas, peito, braços e mãos, provocadas por golpes de madeira e de facão. Já em Gelson, os peritos encontraram apenas uma lesão nas costas, causada por golpe de faca.

De acordo com informações de testemunhas, as vitimas passaram o dia consumindo bebida alcoólica e em dado momento um homem chegou no local, discutindo com Gelson e Adelcio. A esposa de Adelcio lembra apenas do marido gritando, já a mulher de Gelson relatou que tentou conter o autor, que é seu irmão, mas ficou ferida na mão, ao segurar o facão.

A irmã do suspeito que também é enteada de Adelcio, informou aos policiais que o padrasto matou o pai dela e do suspeito quando e quando se vangloriava do fato o irmão ficava com muita raiva.

Ao contrário do que o Dourados News informou anteriormente as vitimas não eram pai e filho e sim apenas bons amigos.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 23/08/2017 Prefeito de Ponta Porã pede reforço da Força Nacional
Postada em: 23/08/2017 Homem é preso após anúncio de maconha a R$ 200 no WhatsApp
Postada em: 23/08/2017 Quatro detentos fogem durante a madrugada da Gameleira
Postada em: 23/08/2017 Ministério da Saúde constata alta de 12,5% no número de casos de estupro coletivo
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra