QUARTA-FEIRA, 18 DE OUTUBRO DE 2017
Untitled Document
09/05/2017 | Fonte: G1

Tribunal reforma sentença e mantém prefeita de Fátima do Sul, no cargo

Para o TRE/MS, Ilda Machado foi vítima de uma armação. Ela permanece no comando da prefeitura.

Por cinco votos a um, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE/MS) reformou, nesta segunda-feira (8), sentença que condenou a prefeita de Fátima do Sul, Ilda Machado, e a manteve no cargo. Ela havia sido cassada por compra de votos. Fátima do Sul fica na região Sudoeste de Mato Grosso do Sul, a 232 quilômetros de Campo Grande.

Ilda ainda responde a um segundo processo também por capitação ilícita de sufrágio (compra de votos), que ainda não foi julgado pelo TRE/MS.

Nesta segunda-feira, ela foi julgada por conta de um vídeo em que aparecia supostamente comprando votos.

O pleno entendeu a prefeita foi vítima de uma armação. O entendimento foi com base em um áudio em que o responsável pela gravação assume que o objetivo era prejudicar a então candidata.

Apesar de ter sido cassada ainda em 2016, Ilda não chegou a ficar fora do cargo porque estava recorrendo da decisão.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 17/10/2017 Odilon lidera pesquisa para governo com André por perto
Postada em: 14/10/2017 Justiça proíbe sigilo na votação do Senado sobre afastamento de Aécio
Postada em: 04/10/2017 Senado aprova PEC que extingue coligações em 2020 e cria cláusula de barreira
Postada em: 27/09/2017 Audiência pública em MS vai discutir lei que quita ou renegocia dívidas do Banco da Terra e Crédito Fundiário
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra