QUARTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2017
Untitled Document
04/05/2017 | Fonte: CORREIO DO ESTADO

Iguatemi - Jovem mata outro, se passa por testemunha e acaba preso

Crime aconteceu na madrugada de hoje no Bairro Vila Nova
Ilustração

Carlos Eduardo de Souza Goch, de 18 anos, foi preso depois de matar a facadas Diego de Oliveira Nitz,18, na madrugada de hoje no Bairro Vila Nova, em Iguatemi. Ele acionou a Polícia Militar e se passou por testemunha do crime, mas acabou preso horas depois e confessou o assassinato.

Na delegacia, Goch relatou que estava ingerindo bebidas alcoólicas e consumindo drogas com a vítima, quando os dois se desentenderam. Ele foi até em casa, pegou uma faca e acertou Nitz com golpes no pescoço e peito.

Minutos depois do crime, Goch acionou a Polícia Militar e disse que desconhecido teria esfaqueado o Nitz. Os militares chegaram a fazer rondas na região em busca do suspeito. A vítima foi levada para o Hospital São Judas Tadeu, onde morreu.

REVIRAVOLTA

Quem ajudou a revelar a farsa foi o pai do criminoso. Ele ligou na delegacia informando que o filho chegou em casa sob efeito de drogas, pegou a faca e saiu novamente. Os investigadores perceberam que Goch poderia ser autor e não testemunha do crime.

Os agentes retornaram ao local e encontraram a faca usada por Goch nas proximidades. Eles também foram até a casa do suspeito que acabou confessando o crime.

Investigadores descobriram ainda que Goch acertou a mão de outro rapaz que tentou ajudar a vítima. Ele foi preso em flagrante e será indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 23/08/2017 Prefeito de Ponta Porã pede reforço da Força Nacional
Postada em: 23/08/2017 Homem é preso após anúncio de maconha a R$ 200 no WhatsApp
Postada em: 23/08/2017 Quatro detentos fogem durante a madrugada da Gameleira
Postada em: 23/08/2017 Ministério da Saúde constata alta de 12,5% no número de casos de estupro coletivo
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra