SEXTA-FEIRA, 17 DE NOVEMBRO DE 2017
Untitled Document
12/04/2017 | Fonte: G1

Mais de 85 mil peças de uniformes antigos estão para serem distribuídas na capital de MS

Roupas e calçados comprados em anos anteriores estavam guardados e foram descobertos pela prefeitura este ano. Crianças carentes devem ser priorizadas.
Peças de uniformes estavam espalhadas em depósitos da prefeitura (Foto: Reprodução/TV Morena)

São caixas e mais caixas lotadas de uniformes esquecidos. Todo material estava espalhado em três galpões da prefeitura de Campo Grande. As equipes da secretaria de Educação reuniram tudo e fizeram um levantamento detalhado.

Ao todo são 85 mil e 300 peças de uniformes dos últimos cinco anos que já poderiam estar sendo usadas pelos estudantes. Tem de tudo um pouco: jaquetas de frio, muitos tênis de numeração variada e camisetas de todos os tamanhos.

"Eles serão distribuídos de acordo com a solicitação das diretoras das escolas e dos Ceinfs para que possamos atender todas as crianças que tenham mais necessidade do uso de roupa, camiseta, calçado, blusa de frio", afirmou Celso Mancini, assessor da secretaria de Educação.

Nesta creche do jardim Arco-íris as crianças receberam peças antigas junto com os novos uniformes. "Nos auxiliou principalmente para as crianças que mais necessitam. A gente tem crianças que precisam mais. Então, a gente deu a mais do que os uniformes novos que já chegaram", explicou Ana Cristina Dorsa, diretora do Ceinf.

A dúvida que ficou foi o por que demorou tanto pra esses uniformes chegarem aos estudantes. "Nessa última gestão passaram por aqui seis secretários. Houve quebra de continuidade de projetos e não tinha planejamento que desse certo desse jeito", justificou Ilza Mateus, secretária de Educação.

A TV Morena entrou em contato com o ex-prefeito Alcides Bernal. Ele disse que em 2016 o processo de compra dos uniformes foi difícil, com muita demora na entrega dos kits para os alunos. Para evitar que o problema se repetisse em 2017, ele fez uma compra maior que a necessidade: cerca de 480 mil peças, o que gerou um gasto de R$ 4,6 milhões.

Sobrariam uniformes para serem entregues no início deste ano, que estão armazenados no almocharifado da secretaria de Educação. Bernal disse ainda que informou a equipe de transição da atual gestão sobre a existência do estoque. A assessoria da secretaria de Educação disse que vai apurar a informação.

A secretaria de educação ainda explicou que os uniformes antigos são um reforço, e não vão substituir os novos. Das 193 creches e escolas, 76 receberam uniformes deste ano. O atraso é porque a licitação do final do ano passado havia sido cancelada e a compra foi feita com base no processo de outra cidade. "Nós vamos empenhar nossos esforços para entregar até o dia 10 de maio", garantiu Ilza.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 17/11/2017 Juiz proíbe Energisa de cobrar taxa de religação em caso de corte por falta de pagamento
Postada em: 17/11/2017 Governador entrega obras em Nova Andradina e Vicentina nesta sexta-feira
Postada em: 17/11/2017 Inflação do país nos últimos 11 anos pesou mais no bolso do pobre, diz Ipea
Postada em: 17/11/2017 Polícia Federal irá usar cadastro biométrico para emitir passaportes
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra