SÁBADO, 27 DE MAIO DE 2017
Untitled Document
31/03/2017 | Fonte: IVINOTICIAS

Ivinhema acusa Naviraiense de escalar jogador irregular e entra com ação no TJD para evitar rebaixamento

Julio Ferrari camisa nº 2 jogou apenas o último jogo pelo Naviraiense

Rebaixado em campo no último final de semana ao ser derrotado por 3 a 1 para o Naviraiense, o Ivinhema tentará nos tribunais reverter a situação e se manter na primeira divisão estadual. O Azulão entrou nesta quinta-feira (30) com um recurso no Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul (TJD/MS) pedindo a análise da situação do lateral direito Júlio Cesar, do Naviraiense, que teria atuado no clássico de forma irregular.

De acordo com o presidente do Ivinhema, Adnilson Pinheiro, o jogador não havia condições para atuar na partida, já que na data (26/3) ainda tinha vínculo com o Angra dos Reis/RJ. Apesar de seu nome já constar no Boletim Informativo Diário (BID) da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) desde a última quinta-feira (23), Julio Cesar Ferrari só teve seu vínculo com o Naviraiense selado nesta quarta-feira (29) no BID da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Para o advogado do Ivinhema, Luiz Fernando Ortiz, houve um claro descumprimento a norma da CBF que considera em condições de jogo apenas atletas regularizados no BID. “O Código [CBJD] afirma que a responsabilidade é do clube, no entanto, a Federação também tem sua parcela de culpa, já que deu condições ao jogador, mesmo ele ainda estando irregular”, disse Ortiz.

O Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) prevê em caso de comprovada a irregularidade, a perda dos pontos da partida, com isso, o Naviraiense, que encerrou o estadual com nove pontos, cairia para seis e seria ultrapassado pelo Ivinhema, que acabou rebaixado também com seis pontos. Desta forma, o Azulão se livraria do rebaixamento e o Naviraiense é quem cairia para a segunda divisão.

Julio Ferrari foi contratado apenas para jogar este jogo, que valia a permanência das duas equipes na primeira divisão estadual. Nesta semana, inclusive o atleta já se apresentou no Comercial, onde disputará o restante do sul-mato-grossense.

A presidente do presidente do TJD/MS, Celina de Mello e Dantas Guimarães, deve analisar o caso e convocar audiência para o início da próxima semana, onde será analisada e decidida a situação do jogador e do contrato com o clube. Em caso de punição, o Ivinhema segue na Série A estadual e o Jacaré deve ser rebaixado.

Histórico

Esta não é a primeira vez que o Naviraiense se envolve em um caso de escalação irregular. Em 2013, a equipe do Conesul acabou eliminada da Copa do Brasil mesmo após eliminar o Paysandu/PA em campo. Na ocasião, o clube mandou a campo os atacantes Bahia e Paulo Sérgio a campo na competição nacional, ambos com os contratos recém-expirados.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 25/05/2017 Palmeiras avança com triunfo sobre Tucumán e decide oitavas em casa
Postada em: 24/05/2017 Santos goleia o Sporting Cristal mantém invencibilidade na Libertadores
Postada em: 22/05/2017 Com gol de Jô, Corinthians bate o Vitória por 1 a 0 fora de casa
Postada em: 18/05/2017 Em dificuldade financeira, Corinthians sofre para ter novo patrocínio máster
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra